48 ferramentas de SEO gratuitas e pagas que vão te ajudar a otimizar sites (e a sua rotina) em 2023

Existem centenas de ferramentas de SEO no mercado, mas para ajudar você a escolher a que melhor funciona para suas otimizações, citamos 48 super importantes

Ewerton Silva
Ewerton Silva29 de agosto de 2023
Acesse agora!

Olhe para a tela do seu celular: quantos aplicativos você possui ali que te ajudam a facilitar a vida, ser mais produtivo e economizar?

Tem aplicativo para mensurar desempenho dos exercícios, para investir em ações, para pagar contas, para comprar bugigangas da China e até para pedir comida na porta de casa em alguns cliques.

Na rotina de SEO — e de Marketing Digital como um todo — não é diferente.

Existem diversas ferramentas de SEO que contribuem para agilizar e automatizar o trabalho, reduzindo as tarefas "robóticas" e deixando o profissional com mais tempo (e cabeça) para decisões estratégicas.

Seja você um blogueiro, um programador, um empresário ou um profissional de marketing, investir nas ferramentas certas pode fazer toda a diferença na hora de ganhar destaque nos mecanismos de busca.

Inclusive se você quer aprender mais sobre SEO de forma prática e rápida, para otimizar seu site e gerar tráfego orgânico, não deixe de conferir o curso SEO para Empreendedores.

E para te ajudar a criar um verdadeiro "cinto de utilidades", listei 48 ferramentas de SEO, de todos os tipos e para todas as necessidades. Confira mais detalhes sobre cada uma das ferramentas a seguir.

4 ferramentas de SEO gratuitas e essenciais

Vou começar pelas ferramentas essenciais para qualquer um que queira otimizar o site e posicionar nos melhores resultados do Google.

Não as subestime por serem de graça! Essas ferramentas são poderosas e algumas apresentam informações que nem as ferramentas mais caras conseguem obter.

1. Google Search Console

Com certeza o Google Search Console é a ferramenta número 1 de qualquer profissional que atua com SEO. Deveria ser obrigatório criar uma conta e cadastrar o site, mas por incrível que pareça nem todos conhecem ou possuem cadastro!

Com ela, você pode monitorar o desempenho do seu site nos resultados de pesquisa, identificar erros de rastreamento, otimizar a indexação das páginas e analisar as palavras-chave pelas quais seu site está sendo encontrado.

Ao verificar o status de indexação das páginas, você pode garantir que todas as suas páginas importantes estejam sendo rastreadas corretamente pelos mecanismos de busca. Além disso, a análise das consultas de pesquisa permite entender quais palavras-chave estão direcionando tráfego para o seu site. 

A ferramenta também ajuda a identificar erros de rastreamento e indexação, como páginas quebradas ou problemas com o arquivo robots.txt. Você também pode (e deve) submeter um sitemap do seu site para ajudar os mecanismos de busca a descobrirem e indexarem suas páginas de forma mais eficiente.

Vale destacar que a ferramenta também gera o relatório Search Console Insights, facilitando a análise de resultados.

2. Google Meu Negócio (Google Perfil da Empresa)

O Perfil da Empresa, antes chamado de Google Meu Negócio, desempenha um papel crucial não só para empresas locais, mas para qualquer tipo de empresa. Ele permite otimizar sua presença nos resultados de pesquisa, tanto para buscas locais quanto para pesquisas pelo nome da empresa.

Ao gerenciar as informações comerciais, como endereço, site, horário de funcionamento e telefone - que agora é feito diretamente na busca do Google - você garante que os usuários encontrem informações precisas e atualizadas sobre o seu negócio nos resultados de pesquisa do Google.

Além disso, você pode receber e responder avaliações de clientes, o que ajuda a construir a reputação online da sua empresa, e mensagens diretamente de pessoas interessadas no seu produto.

Com a opção de publicar atualizações e ofertas especiais, você pode atrair a atenção dos usuários que estão pesquisando produtos ou serviços relacionados ao seu negócio.

3. Google Analytics

Embora não seja especificamente uma ferramenta de SEO, o Google Analytics desempenha um papel crucial na análise do tráfego do seu site.

Com ele, você pode obter insights valiosos sobre como os usuários interagem com seu site, quais fontes de tráfego estão gerando mais visitas e como você pode melhorar a experiência do usuário.

Ao monitorar o tráfego em tempo real, você pode acompanhar o desempenho do seu site no momento e identificar padrões ou tendências emergentes. A análise de métricas de desempenho, como número de visitas, tempo no site, taxa de rejeição e conversões, fornece uma compreensão mais profunda do comportamento dos usuários e do desempenho geral do site.

Você pode identificar a origem do tráfego, incluindo pesquisa orgânica, mídia paga, redes sociais, entre outros, o que ajuda a avaliar a eficácia de suas estratégias de marketing. O Google Analytics também permite rastrear metas e funis de conversão, fornecendo informações valiosas sobre como os usuários interagem e convertem no seu site.

Embora possua recursos avançados em uma conta paga (e bem cara), sua versão tradicional é gratuita, tornando-se a ferramenta mais popular do mercado para a análise de dados.

4. Bing Webmaster Tools

Geralmente "esquecido no churrasco", o Bing vem conquistando a atenção dos usuários nos últimos meses por sair na frente usando Inteligência Artificial nas pesquisas.

E para os profissionais de SEO o Bing oferece uma ótima ferramenta gratuita: o Bing Webmaster Tools.

Assim como o Google Search Console, essa ferramenta permite monitorar o desempenho do seu site no Bing, identificar erros de rastreamento, otimizar a indexação das páginas e analisar as palavras-chave pelas quais seu site está sendo encontrado.

Embora o Bing Webmaster Tools e o Google Search Console tenham funcionalidades semelhantes para ajudar na otimização do seu site nos mecanismos de busca, existem algumas diferenças nas funcionalidades oferecidas.

Diferente do Google Search Console, a ferramenta do Bing também oferece pesquisa de palavras-chave (porém usando a base de dados do Bing, que limita as coisas), e um diagnóstico técnico e de SEO Onpage mais detalhado.

O mais incrível é que é possível fazer login com a sua conta do Google e importar sites do Search Console pra cá, facilitando muito o trabalho.

6 ferramentas de SEO pagas e completas

Quando as iniciativas de SEO começam a se popularizar nas empresas e a equipe precisa ganhar agilidade nas análises e estratégias, geralmente uma das ferramentas recomendadas, conhecidas como "all-in-one", por atuarem em toda a estratégia de SEO, acaba sendo a opção.

Isso não quer dizer que não é vantajoso trabalhar com mais de uma delas na rotina, principalmente porque cada uma possui suas vantagens e diferenciais.

1. Semrush

Ferramenta de SEO com funcionalidades também para links patrocinados e redes sociais, a Semrush provavelmente é a mais popular nesta lista.

Sua força está na pesquisa de palavras-chave com números apurados e ótima base de dados, inclusive para o Brasil, e na análise de concorrentes.

Ele oferece insights valiosos para identificar as palavras-chave mais relevantes e competitivas para sua estratégia de SEO. Além disso, possibilita acompanhar o tráfego de seus concorrentes e descobrir oportunidades para melhorar a sua própria estratégia.

Particularmente, é a ferramenta que sempre utilizei nas empresas que atuei com SEO e, caso tenha orçamento disponível, indico. A ferramenta contribui para todas as iniciativas da rotina de SEO e possui planos pagos a partir de $108,33 (plano anual) e você pode criar uma conta gratuita para começar a testar.

2. Ahrefs

A Ahrefs é uma ferramenta de SEO que também possui funcionalidades para agilizar todas as iniciativas de SEO, mas é mais conhecida por sua análise aprofundada de backlinks, por isso acaba sendo mais acionada em iniciativas de link building.

Com a Ahrefs você consegue rastrear seus próprios backlinks e os de seus concorrentes com muita precisão, identificando oportunidades de criação de links e obtendo informações preciosas.

A ferramenta possui uma interface intuitiva, mas suas diversas funcionalidades podem confundir um pouco. Um ponto negativo em relação a ferramenta é que seus planos possuem diversas limitações de uso para gerar upgrades, que quando calculados do dólar para o real deixam o preço bem salgado.

Seus planos começam em $83 ao mês (plano anual), mas como você vai conferir mais adiante, oferece algumas funcionalidades gratuitas muito interessantes!

3. Moz Pro

Assim como a Ahrefs, a Moz é uma ferramenta de SEO completa que ficou mais popular pela sua força nas análises de backlinks (e pelos conteúdos com o carismático ex-CEO Rand Fishkin).

Tanto que a suas métricas de autoridade, Domain Authority e Page Authority, são as principais formas de mensurar autoridade de domínios e páginas (respectivamente), desde que o Pagerank deixou de ser algo público.

A ferramenta também possui ótimas funcionalidades de diagnóstico técnico, que facilitam o entendimento e priorização dos problemas, pesquisa de palavras-chave e outras funcionalidades similares às outras já citadas aqui.

Seus planos também começam em $79 ao mês (plano anual), mas também oferece algumas funcionalidades gratuitas que serão indicadas ainda neste conteúdo!

4. SE Ranking

A SE Ranking também é uma ferramenta de SEO que oferece uma série de recursos poderosos para agilizar a rotina de SEO. Com uma interface amigável e intuitiva, permite que você analise o posicionamento das suas palavras-chave, monitore a concorrência, audite o site, obtenha ideias para criar conteúdo relevante e muito mais.

Por ter planos a partir de $44 no pacote anual, é uma excelente alternativa para quem quer começar a utilizar essas ferramentas mais robustas, mas não tem tanto orçamento disponível no momento.

5. Ubersuggest

Uma das ferramentas de pesquisa de palavras-chave mais utilizadas pelos profissionais de SEO, a Ubersuggest foi adquirida por Neil Patel e transformada em uma ferramenta completa, que passou a oferecer diagnóstico técnico, análise de backlinks e diversas outras funcionalidades.

Neil sempre compartilhou que seu objetivo era oferecer ao mercado uma ferramenta completa e gratuita porém, segundo ele, conforme a ferramenta foi se tornando mais robusta e mais adotada, seus custos de manutenção impediram de manter essa promessa.

Mesmo deixando de ser uma ferramenta totalmente gratuita, ela ainda oferece diversas funcionalidades sem custo e é uma das mais baratas do mercado: a partir de $12 por mês ou $120 com acesso vitalício.

6. SEO Powersuite

A SEO Powersuite é o conjunto das ferramentas Rank Tracker, Website Auditor, SEO Spyglass e LinkAssist, abrangendo pesquisa de palavras-chave, análise de backlinks, auditoria de sites e rastreamento de classificações.

Os diferenciais da SEO Powersuite é que, diferente da maioria das ferramentas de SEO que vimos até aqui, que rodam na nuvem, ela é baixada no computador e o download pode ser feito individualmente (você pode baixar só o Rank Tracker, por exemplo).

Sua versão gratuita já é bem completa, oferecendo trackeamento de palavras-chave ilimitado, auditoria de até 500 URLs, análise de até 1.100 backlinks e prospecção de até 1.000 links. Se precisar de mais funcionalidades, o valor é a partir de $299 ao ano.

6 ferramentas de pesquisa de palavras-chave

Como utilizo a Semrush na rotina, geralmente é minha primeira opção para esse tipo de tarefa.

Mas se você não possui nenhuma das ferramentas pagas mais completas, apresentadas anteriormente, e quer fazer uma pesquisa de palavras-chave para sua estratégia pagando pouco (ou nada), considere as ferramentas a seguir.

1. Planejador de Palavras-chave do Google Ads

Para quem anuncia no Google Ads, vale usar e abusar do Planejador de Palavras-chave disponível dentro da ferramenta, que é gratuito (basta ter uma conta).

Se você não anuncia na plataforma, os números apresentando o volume de buscas na plataforma acabam ficando menos assertivos, apresentando uma ampla estimativa, como "entre 10 mil e 100 mil", tornando mais difícil a priorização e seu uso na estratégia.

Já para quem anuncia na plataforma a ferramenta apresenta estimativas mais exatas, como "950 pesquisas por mês, em média", que geralmente vai de encontro com os valores apresentados por ferramentas como Semrush e Ubersuggest.

Sendo assim, se sua empresa investe alguma coisa no Google Ads, conte com o Planejador de Palavras-chave para sua estratégia de SEO.

2. Answer The Public

A Answer The Public é uma ferramenta que possui versão gratuita e permite a entender as perguntas, preposições, comparativos e os tópicos mais relevantes para o seu nicho ou palavra-chave, ajudando a encontrar palavras-chave de cauda longa.

Mais uma ferramenta adquirida pelo Neil Patel, essa ferramenta possui uma interface intuitiva e exibe os termos de pesquisa em forma de nuvem de palavras, mostrando as principais perguntas feitas pelos usuários no Google.

Ao inserir uma palavra-chave ou frase na barra de pesquisa do Answer The Public, a ferramenta busca perguntas comuns relacionadas ao termo inserido.

Os termos são buscados em cinco seções principais: Perguntas, Preposições, Comparações, Ordem Alfabética e Relacionadas, sendo que dentro de cada sessão existe uma categorização com as variáveis das palavras-chave, como as que são apresentadas na seção Perguntas, por exemplo:

  • "É";
  • "São";
  • "Quem";
  • "Porque";
  • "Qual";
  • "Por que";
  • "Onde";
  • "O que";
  • "Como".

Cada seção fornece insights valiosos sobre os interesses e necessidades do seu público-alvo.

3. Keywordtool.io

A KeywordTool.io é uma ferramenta mais abrangente de pesquisa de palavras-chave, que possibilita fazer pesquisa de palavras-chave com base em diversos buscadores além do Google, como Youtube, Bing, Amazon, Apple Store, Google Play, Twitter e até Pinterest. 

Ao inserir uma palavra-chave relacionada ao seu nicho, a ferramenta usa o buscador selecionado como fontes de dados, apresentando uma extensa lista de sugestões de palavras-chave.

Juntamente são apresentadas métricas importantes, como volume de pesquisa, concorrência e CPC, porém essas informações são exibidas para todas as palavras-chave apenas para assinantes do KeywordTool Pro.

4. Google Trends

Biscoito ou bolacha? Twitter ou Threads? Quer a resposta? Vá para o Google Trends, a ferramenta gratuita do Google para avaliar e fazer comparativos de tendências de busca ao longo do tempo.

Com o Google Trends é possível encontrar as principais palavras-chave e temas em ascensão, gerando informações preciosas que podem ajudar a direcionar sua estratégia de conteúdo.

A ferramenta também oferece uma análise geográfica detalhada, mostrando onde uma palavra-chave é mais popular e quais regiões têm maior interesse por determinado tópico. Essa visão regional é valiosa para ajustar campanhas, personalizar conteúdos e adaptar-se às nuances culturais de diferentes lugares.

Também é possível ver o que está em alta em tempo real (últimas 24 horas), algo muito útil para produção de notícias e conteúdos sazonais.

5. Ahrefs Free Keyword Generator

Não paga nenhuma ferramenta de SEO e também não anuncia no Google Ads? Uma ótima alternativa para fazer suas pesquisas de palavras-chave é a Ahrefs Free Keyword Generator.

Como o nome já diz, a ferramenta é totalmente gratuita, possibilita pesquisar não só no Google mas em outros buscadores e apresenta os volumes de buscas com boa apuração.

Porém a quantidade de buscas usando a ferramenta possui um limite mensal, o que dificulta seu uso caso seja necessário um grande volume de palavras-chave.

6. Painel de Palavras-chave do RD Station Marketing

Fez sua pesquisa de palavras-chave e quer acompanhar as mudanças de suas métricas ao longo do tempo?

Se você possui uma conta no RD Station Marketing você pode usar o Painel de Palavras-chave para fazer o upload dos termos identificados nas outras ferramentas, acompanhar seu CPC médio, volume de buscas e nível de concorrência e ainda fazer uma priorização mais inteligente.

Vale ressaltar que as informações apresentadas utilizam como base os dados da Semrush, referência no assunto e está disponível para contas a partir do plano Basic.

Quer ver como funciona na prática? Então faça agora um teste grátis do RD Station Marketing!

4 ferramentas de análise geral de SEO

Precisa fazer uma análise geral do site, olhando melhorias de SEO Onpage, performance e boas práticas em poucos cliques?

A seguir confira algumas ferramentas gratuitas e pagas que podem te ajudar a ter essa visão geral.

1. Ferramenta de Análise de Sites - RD Station e Supersonic

Começando pela ferramenta da casa, que não só avalia como a página está otimizada para os buscadores como também possibilita rever o copywriting e sua otimização para conversões.

A Ferramenta de Análise de Sites da RD Station com a Supersonic é totalmente gratuita e atribui uma nota de 0 a 100 para a página avaliada, analisando como está o SEO, mobile, velocidade e persuasão da página.

2. Otimização de Páginas - RD Station Marketing

Se você possui a assinatura do RD Station Marketing no plano Basic ou superior, precisa conhecer a ferramenta de Otimização de Páginas disponível na plataforma.

Ao inserir uma URL e sua principal palavra-chave, a ferramenta faz um diagnóstico completo dos pontos de melhoria, inclusive priorizando por pontos críticos, importantes e intermediários, facilitando os próximos passos da estratégia de SEO.

Quer ver como estão as suas principais páginas? Então faça agora um teste gratuito do RD Station Marketing.

3. Ahrefs Webmaster Tool

A Ahrefs Webmaster Tool é uma versão gratuita de uma das ferramentas mais completas e populares (e caras) do mercado de SEO.

Ela oferece recursos básicos para monitorar o desempenho do seu site nos mecanismos de busca. Você pode acompanhar o tráfego orgânico, verificar os backlinks do seu site, analisar as palavras-chave que direcionam tráfego para o seu site e explorar outras informações úteis para otimização de SEO.

Embora essa versão gratuita tenha recursos limitados em comparação com a versão paga, ainda assim é uma opção valiosa para profissionais de SEO que desejam obter insights valiosos sobre o desempenho do seu site, sem pagar por uma ferramenta.

4. SEO Sherpa Website Grader

A SEO Sherpa Website Grader é uma ferramenta simples e intuitiva, que de forma gratuita oferece um diagnóstico geral da página avaliada, analisando SEO onpage, offpage, performance, acessibilidade, mobile e etc.

Por trazer um relatório bem aprofundado e de forma gratuita, é uma ótima opção para iniciar um diagnóstico de SEO das principais páginas do seu site.

3 ferramentas de diagnóstico de performance

Desde o lançamento das Core Web Vitals, em 2021, e as atualizações do Google que vieram na sequência, tempo de carregamento de páginas e experiência do usuário viraram um dos principais pontos de otimização quando falamos de SEO.

Com as ferramentas indicadas a seguir é possível entender como está o carregamento das páginas do seu site e como otimizá-las.

1. Pagespeed Insights

O PageSpeed Insights é uma ferramenta gratuita do Google que ajuda você a medir e encontrar pontos de melhoria não só em relação a velocidade do seu site, mas também sobre acessibilidade e SEO em geral.

Ao incluir uma página para análise, a ferramenta avalia os dados históricos dos últimos 28 dias, se disponível, e apresenta um diagnóstico totalmente atrelado às Core Web Vitals, informando se o site foi aprovado ou não.

Lembrando que não ser aprovado não quer dizer que não será exibido no Google, apenas que precisa de melhorias (apresentadas no próprio relatório da ferramenta) para oferecer melhor experiência ao usuário.

Na sequência, o relatório apresentado é momentâneo, atribuindo notas para desempenho, acessibilidade, melhores práticas e SEO. Lembrando que é possível visualizar tanto o diagnóstico mobile quanto o desktop, mas a recomendação é priorizar o mobile, que é como os robôs do Google rastreiam seu site.

O PageSpeed Insights usa uma série de critérios para avaliar a velocidade do seu site, avaliando o tempo de carregamento da página, tamanho dos arquivos de mídia, JavaScript e CSS, imagens e etc.

Por ser extremamente simples de utilizar e avaliar o relatório, é a ferramenta de diagnóstico de performance mais popular no momento.

As recomendações de melhorias do PageSpeed Insights são baseadas nas melhores práticas de desempenho do Google e vem acompanhadas de documentação para ajudar a colocar em prática.

Para saber mais, acesse o post: Google Pagespeed Insights: o que é e como melhorar a pontuação de um site?

2. GTMetrix

GTmetrix é mais uma ferramenta de teste de velocidade do site que pode ajudá-lo a identificar e corrigir problemas de desempenho.

Ele usa uma variedade de técnicas para medir a velocidade do seu site, incluindo o tempo de carregamento da página, o tamanho dos arquivos de mídia e a eficiência do código. 

A GTmetrix também fornece recomendações específicas sobre como melhorar o desempenho do seu site.

Para usar a ferramenta, basta inserir o URL da página e clicar em "Testar". Caso você queira personalizar a velocidade da internet, o dispositivo ou até a localização do teste, basta criar uma conta gratuita. Outra vantagem de criar a conta é que você terá um histórico dos testes realizados.

Após isso, ela vai apresentar um relatório que inclui uma análise da velocidade do seu site, recomendações para melhorias e gráficos que mostram como o desempenho do seu site mudou ao longo do tempo.

Particularmente, uso mais a GTmetrix do que as outras ferramentas para esse tipo de análise, pois a ferramenta disponibiliza um relatório bem completo e outros recursos interessantes, como monitoramento (apenas para contas pagas), criação de alertas e até comparativos, o que é ótimo para comparar o carregamento das suas páginas com seus concorrentes.

Um dos pontos que mais curto na ferramenta é que seus relatórios são muito visuais, apresentando uma linha do tempo destacando o momento em que cada item relevante foi carregado por completo, relatório de cascata (Waterfall) com o tamanho de cada item carregado e sua posição e outras informações relevantes e bem apresentadas.

3. Google Lighthouse

Uma das alternativas do Pagespeed Insights mais usadas é o Google Lighthouse, principalmente porque funciona no próprio navegador Google Chrome, basta clicar com o botão direito do mouse, selecionar o item "Inspecionar" e ir até a aba Lighthouse.

Como o diagnóstico é feito no próprio navegador, é importante realizar o teste em aba anônima, para que as extensões do Chrome não afetem o resultado.

O relatório apresentado é bem parecido com o Pagespeed Insights, mas o Lighthouse oferece uma gama mais ampla de recomendações para melhorar o desempenho, usabilidade e acessibilidade do seu site.

3 extensões do Chrome para SEO

Por falar no Google Chrome, o navegador mais usado do mundo possui diversas extensões que ajudam a agilizar o trabalho de SEO e ver informações relevantes sem precisar abrir uma nova aba e acessar um site diferente.

A seguir você confere as principais extensões de SEO para usar no dia-a-dia.

1. SEO Meta in 1 Click

Começando por uma das mais usadas por profissionais de SEO, a SEO Meta in 1 Click, instalada por mais de 500 mil usuários.

Toda essa popularidade tem um motivo: com ela você consegue visualizar rapidamente todo o SEO onpage configurado e identificar pontos de melhoria em um clique.

Title, description, URL, canonical, imagens, heading tags, links e até as informações de compartilhamento social são rastreadas e exibidas na extensão, facilitando muito aquela análise rápida.

2. Keyword Surfer

Essa extensão é incrível! Para cada pesquisa feita no Google, a Keyword Surfer apresenta o volume de buscas e uma lista de palavras-chave relacionadas, sendo uma ótima alternativa gratuita para pesquisa de palavras-chave.

Além disso, para cada página exibida no Google, é exibido seu tráfego estimado, quantidade de palavras e até a quantidade de vezes que usa a palavra-chave, facilitando muito a análise de concorrência e a produção de conteúdos.

3. Mozbar

Lembra das métricas de autoridade de página e de domínio que a Moz calcula? Então, com a Mozbar instalada você consegue ver essas informações ao acessar qualquer página no Google Chrome.

Além disso, com a extensão ativada, é possível identificar melhorias de SEO onpage e descobrir a dificuldade de ranqueamento de cada palavra-chave pesquisada no Google.

4 ferramentas de SEO técnico

Algumas das ferramentas apresentadas nas duas primeiras listas, essenciais e completas, já apresentam relatórios de melhorias técnicas.

Porém as ferramentas a seguir são dedicadas para esse tipo de análise e avaliam o site de ponta a ponta buscando tudo o que é possível melhorar na arquitetura, código, performance e muito mais!

1. Screaming Frog

A Screaming Frog é uma ferramenta de SEO que faz um rastreamento completo do site, seguindo regras pré-definidas pela ferramenta ou personalizadas pelo usuário, e apresenta um relatório completo.

A ferramenta faz o rastreamento e coleta de informações sobre todas as páginas acessíveis ao seu robô, inclusive imagens, links e outros recursos. Essas informações podem ser usadas para identificar e corrigir problemas de SEO, como páginas que não estão sendo indexadas pelo Google, imagens que não estão otimizadas para SEO e links que estão quebrados.

Além disso, a Screaming Frog também pode gerar relatórios sobre o desempenho do seu site, backlinks, conteúdo, imagens e identificar melhorias em praticamente todas as áreas do site.

A ferramenta é gratuita para análise de até 500 URLs. Acima desse número é necessário adquirir uma licença anual por $259.

Vale uma menção ao Screaming Frog Log File Analyzer, que permite análise gratuita de até 1.000 linhas e ajuda e identificar a frequência de rastreamento do site, URLs rastreadas, redirecionamentos, otimização de Crawl Budget, entre outras análises.

2. Sitebulb

Principal alternativa ao Screaming Frog e particularmente minha ferramenta de SEO técnico favorita, a Sitebulb possui funcionalidades bem similares, mas com uma apresentação de dados e relatórios mais estruturada e de fácil compreensão.

A ferramenta atribui notas para auditoria em geral, SEO e segurança, facilitando uma visão macro do diagnóstico e possibilitando um aprofundamento em cada um dos relatórios, para uma análise micro, classificando de acordo com prioridades e ainda trazendo conteúdos de apoio para ajudar na aplicação de melhorias.

É possível testar por 14 dias e custa a partir de $135 ao ano (mas caso queira o diagnóstico apenas para um site, provavelmente os 14 dias de teste já dão conta do recado).

3. Technicalseo.com

Gosta de ferramentas de SEO gratuitas? Então receba logo 17, disponibilizadas pela Merkle no site Technicalseo.com.

Cada uma delas atende uma demanda específica, que o nome já deixa claro:

  • robots.txt Tester;
  • .htaccess Tester;
  • Sitemap Generator;
  • RSS Feed Parser;
  • Fetch & Render;
  • Pre-rendering Tester;
  • Mobile-First Index Tool;
  • Mobile-Friendly Test;
  • Bulk AMP Validator;
  • hreflang Tags Tester;
  • Locale-Adaptive Tester;
  • Local Search Tool;
  • Review Link Generator;
  • SERP Simulator;
  • Knowledge Graph Search;
  • Schema Generator;
  • Algo Update Tracker.

Com certeza alguma delas pode ser útil na sua rotina de SEO.

4. Botify

Só a descrição da Botify já vai repelir muita gente: "Enterprise SEO Platform". Isso porque ela é projetada para empresas de médio e grande porte, que possuem sites com estrutura complexa e precisam de uma solução que dê conta do recado.

A Botify possui uma metodologia própria que combina Analytics, Intelligence e Activation (automação) e recursos técnicos que contribuem para iniciativas de log analysis, javascript para SEO, migração de site, diagnóstico de dados estruturados e diversas outras funcionalidades.

Por seu valor elevado (não disponibilizado no site) e uso indicado para empresas maiores, é uma ferramenta de SEO técnico pouco utilizada no mercado, mas que agora ao menos você sabe que existe.

5 ferramentas para link building

Estratégias de SEO geralmente contemplam iniciativas de link building para reforçar a autoridade do site e melhorar o posicionamento orgânico do site.

Geralmente o processo de identificação e prospecção de links é lento e manual, mas existem algumas ferramentas que podem ajudar.

1. Deadlink Checker

A Deadlink Checker é uma ferramenta gratuita que ajuda você a encontrar links quebrados em seu site ou em sites relacionados ao seu nicho.

A ferramenta acaba atuando de duas formas: ajuda a identificar os links quebrados que você possui, para corrigi-los e também, ao identificar links quebrados em sites relacionados ao seu nicho, você pode ser a solução para esse site.

Vou usar minha situação como exemplo: um dos produtos que possuo é uma mentoria de SEO. Então posso buscar no Google por sites que falam sobre o assunto, jogar esses sites na ferramenta e identificar se possuem links quebrados para outros sites. Caso possuam, posso alertá-los do problema e oferecer minha página ou um conteúdo relacionado como um caminho para correção.

2. Hunter.io

Você encontrou o site perfeito para entrar em contato, que fala sobre temas relacionados com seu site e se encaixa nas táticas de Link Building que você está utilizando. E agora, com quem falar?

Quando os sites não fornecem informações de contato, você pode utilizar ferramentas como a Hunter.io para encontrar o email de pessoas relacionadas ao site.

Dica: priorize o autor do post que você quer links ou pessoas que fazem parte do time de conteúdo, principalmente o Editor do Blog.

Você pode cruzar as informações da Hunter.io com o LinkedIn para identificar exatamente com quem você deve falar.

3. RD Station CRM

O que um CRM de Vendas está fazendo nessa lista? Pois é, é possível e inclusive já usei.

Várias táticas de link building demandam a construção de relacionamento com pessoas responsáveis por sites, blogs e portais, que precisam de uma cadência de relacionamento e disciplina na gestão de dados.

Por que não centralizar isso tudo em um CRM gratuito? Com o RD Station CRM é possível fazer toda a gestão de contatos e os links gerados podem ser marcados como oportunidades (ou vendas) dentro da ferramenta.

Tenho certeza que por essa você não esperava!

4. Moz Link Explorer

Uma das ferramentas gratuitas oferecidas pela Moz, a Link Explorer fornece um relatório detalhado sobre os links gerados para uma URL, além de trazer o Domain Authority, o Page Authority e o Spam Score, métricas que ajudam a entender a autoridade do domínio e da página.

Isso é útil tanto para monitorar o crescimento da autoridade do seu site, quanto para avaliar sites que entram em contato pedindo a publicação de guest posts (e vice-versa).

Para usar a versão gratuita da ferramenta basta criar uma conta (também gratuita) na Moz.

5. Buzzstream

Já imaginou se existisse uma ferramenta que você pudesse encontrar oportunidades de links, identificar os contatos do site, criar templates de email, automatizar follow-ups e fazer toda a gestão das iniciativas de link building em um só lugar?

Essa ferramenta existe e se chama Buzzstream, ferramenta dedicada para ações de Link Building, Assessorias de Imprensa e divulgação de conteúdo em geral, que possui planos a partir de $24 por mês.

4 plugins de SEO para Wordpress

Segundo a W3Techs, o Wordpress possui um Market Share de 63%, isso quer dizer que mais da metade dos sites na internet utilizam o CMS. De que lado você está?

Caso você faça parte da maioria das pessoas, que precisam otimizar sites em Wordpress, existem alguns plugins que podem facilitar esse trabalho.

Importante: não utilize todos eles! Encontre os que atendem suas necessidades e priorize. Enquanto os 3 primeiros da lista possuem funcionalidades similares, o último é mais focado em otimização de performance (então a dica é combinar apenas um deles com o Litespeed Cache).

1. Yoast

Com mais de 5 milhões de instalações ativas, o Yoast é o plugin de SEO pioneiro e mais popular do Wordpress, entregando diversas funcionalidades, mesmo na sua versão gratuita.

Com o Yoast, você pode definir fazer toda a configuração de SEO onpage do site, definir palavras-chave foco para cada página e post, permitindo que o plugin analise o conteúdo em busca de melhorias, configurar o robots.txt e gerar automaticamente o sitemap.xml.

Além disso, ele oferece sugestões para melhorar a legibilidade do texto, estruturação de cabeçalhos e metadados, ajudando você a criar conteúdo mais atraente para os leitores e amigável para os mecanismos de busca.

2. All In One SEO (AIOSEO)

O All In One oferece soluções de SEO para Wordpress bem similares ao Yoast, porém é considerado um plugin mais leve, por exigir menos recursos do servidor, e possui uma interface menos amigável.

O All in One também se destaca por sua compatibilidade nativa com o Google AMP, oferecendo páginas com carregamento instantâneo em dispositivos móveis, quando configurado.

3. Rank Math

Queridinho dos profissionais de SEO nos últimos anos, o Rank Math oferece funcionalidades mais avançadas, permitindo um controle mais detalhado sobre as configurações de SEO.

O plugin fornece informações mais detalhadas sobre as palavras-chave que você está segmentando, oferecendo insights para melhorar o direcionamento do seu conteúdo, e uma de suas vantagens exclusivas é a capacidade de monitorar os backlinks do seu site. 

O Rank Math também oferece um completo suporte a rich snippets, que adicionam informações extras aos resultados de pesquisa e possui uma ferramenta de migração do Yoast.

Assim como o All In One SEO, o Rank Math também é considerado um plugin mais leve e eficiente, pois possui uma arquitetura leve e otimizada.

No fim das contas, a escolha entre o Rank Math, All In One e Yoast dependerá das necessidades específicas do seu projeto e da experiência em SEO que você possui.

4. Litespeed Cache

O Wordpress possui diversos plugins focados em otimizar a performance do site, sendo o Litespeed Cache um dos mais populares e mais bem avaliados.

Sua principal funcionalidade, como o nome já diz, é armazenar em cache as páginas do site, mas também é possível minificar e combinar arquivos HTML e CSS, habilitar o lazy load e reduzir o tamanho do arquivo de imagens.

Mas tome cuidado! Sempre faça um backup no site antes de habilitar as suas funcionalidades e confira se o site mantém o pleno funcionamento, pois em alguns casos pode haver conflito entre o plugin e o tema do site.

5 ferramentas de inteligência artificial para SEO

Achou que essa lista não ia citar nada relacionado a inteligência artificial?

O assunto do momento também contribui para a rotina de SEO e inclusive existem ferramentas dedicadas a aproveitar as vantagens da inteligência artificial para gerar mais resultados orgânicos.

1. Infinity Copy

Começando a lista com a Infinity Copy, ferramenta brasileira que possibilita a produção de todo tipo de conteúdo utilizando inteligência artificial.

Com poucos cliques é possível criar blogposts, conteúdo para redes sociais, landing pages e textos para páginas em poucos cliques, indicando o tema, tom de voz e outras possibilidades de personalização.

E o melhor? É brasileira, então os valores são em reais! Seus planos começam a partir de R$79 por mês.

Vale lembrar que, segundo afirmam no site, todo o conteúdo gerado pela ferramenta é original.

2. Niara

Mais uma ferramenta para produção de conteúdo via Inteligência Artificial e o melhor: mais uma brasileira .

Diferente da Infinity Copy que é para todo tipo de conteúdo e textos, a Niara é mais focada em SEO, com o ChatSEO para o uso de IA para produção e otimização de conteúdo, templates de conteúdo, biblioteca de prompts e suporte para criação de sitemap, robots.txt e dados estruturados.

Os planos começam em R$82,50 por mês (anual) e você pode testar por 7 dias de graça.

3. Surfer.ai

Acredito que a Surfer.ai é a Ferramenta de SEO que usa inteligência artificial com mais tempo de mercado (ao menos eu já conhecia antes do boom da IA).

Possui funções semelhantes a Niara: produção de conteúdo, pesquisa de palavras-chave, auditoria e otimizações e mais iniciativas de SEO utilizando inteligência artificial.

Lembrando que aqui estamos falando de uma ferramenta estrangeira, então pode ter dificuldades em trabalhar em português do Brasil.

Nesse sentido, o pagamento da ferramenta é em dólares, com planos a partir de $69 por mês (anual).

4. ChatGPT

De pesquisa de palavras-chave até ter ajuda na produção de conteúdo, existem diversas tarefas relacionadas a SEO que você pode pedir ajuda para o ChatGPT.

O segredo aqui é saber o que pedir e como pedir no chat, além de avaliar com cuidado se os resultados apresentados pela Inteligência Artificial são satisfatórios.

Existem diversos relatos de perguntas simples que foram respondidas de forma equivocada por ferramentas de IA, então sempre revise antes de usar.

Lembrando que sua versão gratuita já entrega muito, porém a base de dados vai até 2020, então não espere respostas apuradas. O interessante das contas pagas da OpenAI (empresa responsável pelo ChatGPT) é que você é cobrado por quanto usa suas ferramentas. 

5. Bard

Podemos chamar o Bard de ChatGPT do Google. O grande diferencial aqui é que a base de dados é mais apurada, então se estiver precisando de informações mais atuais, o Bard vai te atender.

Os contras do ChatGPT também seguem aqui: cuidado com a resposta recebida, pois ainda é algo experimental e muitas vezes a resposta é equivocada.

Inclusive já tentei usar diversas vezes para auxiliar na produção de conteúdo, solicitando um trecho de várias formas diferentes, mas suas respostas seguiram sempre o mesmo padrão.

Assim, se vai optar por produzir conteúdo com suporte de Inteligência Artificial, principalmente via opções gratuitas como Bard e ChatGPT, fique muito atento aos resultados e não se limite pela primeira opção apresentada pela ferramenta, para evitar ter um conteúdo muito parecido com algum outro site que também explorou as ferramentas.

4 ferramentas para outros casos de uso

Existem algumas ferramentas que podem fazer parte da rotina de SEO que não consegui encaixar nas categorias acima, então juntei todas elas aqui.

1. Teste para dispositivos móveis: Google Mobile-friendly Test

Começando pela ferramenta de Teste para Dispositivos Móveis do Google, que faz exatamente o que seu nome diz.

Ao jogar os links do seu site na ferramenta é possível ver como seu site é exibido nos celulares e se, do jeito que está, é aprovado pelo Google.

Caso não seja aprovado, a ferramenta vai apontar melhorias, como aumentar o tamanho do texto ou dos botões, por exemplo.

Além de testar como seu site é exibido nos celulares, você terá a visão de como o Googlebot vê a página do seu site, já que atualmente ele é Mobile-first Index, escaneando a versão mobile das suas páginas para entender seu conteúdo.

2. Teste AB para SEO: SearchPilot

Geralmente quando rodamos um Teste AB, criamos uma versão diferente de uma página, que direcionamos parte da audiência para validar se determinada mudança afeta de forma positiva ou não os resultados, certo?

Mas e quando falamos de SEO? Como fazer um teste AB do title de uma página, ou de alguma mudança no conteúdo, esperando resultados em posicionamento no Google ou aumento de taxa de cliques.

É aí que a SearchPilot entra: com a ferramenta, é possível facilmente configurar testes AB de páginas pensando em métricas de SEO e facilmente identificar seus resultados.

Mas se quiser fazer testes AB de SEO com suporte da ferramenta, prepare o bolso: é uma ferramenta enterprise conhecida pelo alto custo. Inclusive nem exibe os valores no site, apenas falando com vendas.

3. SEO para Youtube: VidIQ

Se sua empresa gera conteúdo no Youtube e ainda não olha para SEO na plataforma, está perdendo a chance de ganhar mais visibilidade e alcance por lá.

Isso porque a plataforma é o segundo buscador mais usado do mercado, atrás apenas do Google, e existem várias técnicas de SEO que podem ser usadas para se destacar.

Para ajudar a ganhar mais visibilidade no Youtube, você pode usar a VidIQ, que possui ferramentas de pesquisa de palavras-chave para Youtube, análise de competidores, auditoria de canal, gerador de thumbnail e muito mais.

E o melhor: possui um plano gratuito para quem está começando!

4. Landing Pages e Geração de Leads: RD Station Marketing

Sua estratégia de SEO provavelmente não é só para gerar mais acessos orgânicos no site, certo?

Para ter resultados de verdade com SEO, gerando tráfego, leads e vendas de forma orgânica, é essencial ter suporte de uma ferramenta de geração de leads e automação de marketing. Nesse caso, vale contar com a ferramenta que é líder desse segmento no Brasil e na América Latina: o RD Station Marketing.

A ferramenta possibilita criar Landing Pages otimizadas para divulgação de materiais e geração de leads, além de outras funcionalidades para converter usuários, como pop-ups para sites e botão do WhatsApp para sites.

Além disso, com a Automação de Marketing e Campanhas de Emails é possível avançar na jornada de compra dos leads gerados pela estratégia de SEO, até se tornarem clientes.

Seja você um analista iniciante ou um especialista em SEO, é difícil dizer exatamente quais ferramentas você deve incluir na sua rotina e quais deixar de fora, pois isso deve ser um equilíbrio entre as necessidades do momento x orçamento disponível, mas tenho certeza que ao menos umas 6 das listadas aqui você pode incluir tranquilamente.

Agora é com você: avalie com cuidado essas ferramentas e entenda como cada uma pode ajudar a deixar a rotina da sua equipe e sua mais eficiente, avançando mais rápido com a estratégia de otimização para os buscadores.

Ewerton Silva

Ewerton Silva

Quem escreveu este post

Especialista em SEO, é formado em Publicidade e Propaganda pela Universidade do Vale do Itajaí e trabalha com Marketing Digital desde 2011. Com frequência palestra sobre SEO e Marketing Digital e é instrutor do curso de SEO na RD University.

Veja também

Marketing
11 ações de Marketing Digital rápidas para você aplicar o quanto antes
Marketing
Como usar palavras-chave de cauda longa para atrair mais pessoas ao seu site
Marketing
5 benefícios do Marketing Digital para pequenas empresas + cases para você se inspirar