Descomplicando o Digital Commerce: muito além das Lojas Online

Entenda como o Digital Commerce permite reunir diversas estratégias e ferramentas para melhorar a experiência do cliente e impulsionar suas vendas online.

Fábio Monteiro
Fábio Monteiro3 de julho de 2024
Inscreva-se gratuitamente!

Você já deve saber que as vendas online estão em crescimento e são uma boa oportunidade para quem quer começar um negócio. No entanto, apenas 25% das empresas de ecommerce que bateram suas metas de Vendas, segundo os Panoramas de Marketing e Vendas da RD Station.

Mas, você sabe a diferença entre Ecommerce e Digital Commerce? Essa pode ser a chave para evoluir sua estratégia, então, se você respondeu não, fique por aqui. Meu nome é Fábio Monteiro, CEO e Header de Marketing Digital da agência Trammit.com e hoje vamos explorar bem esse tema. 

Boa leitura!

O que é Digital Commerce?

Para acabar de vez com a confusão dos termos, nada melhor que exemplos. Vamos lá: imagina que o Ecommerce é aquela sua lojinha favorita de camisetas, vendendo seus produtos no site.

Agora, pense no Digital Commerce como um shopping center gigantesco no mundo virtual, onde não só vendem camisetas, mas também analisam o que você gosta, te mandam promoções irresistíveis e até lembram do seu aniversário! É muito mais do que apenas vender online, é criar uma experiência completa e integrada!

Portanto, o Digital Commerce é bem mais completo e complexo. Abrange Marketing Digital, CRM (gestão de relacionamento com o cliente), análise de dados e muito mais. É como um super combo que integra todos os aspectos do comércio online.

📖 Leita também: Ecommerce: o que é, exemplos, tendências e dicas para crescer

Como funciona o Digital Commerce?

Imagine uma orquestra, na qual cada instrumento tem seu papel importante para criar uma sinfonia. O Digital Commerce funciona mais ou menos assim, com várias etapas e ferramentas que trabalham juntas para criar uma experiência de compra surpreendente.

A seguir, confira quais são essas etapas:

Marketing Digital: aqui, usamos estratégias como SEO, mídia paga, Marketing de Conteúdo e redes sociais para atrair e engajar clientes. 

Plataformas de Comércio: essas plataformas permitem criar e gerenciar lojas online, facilitando a vida dos consumidores na hora de navegar e comprar.

Gestão de Relacionamento com o Cliente (CRM): ferramentas e técnicas para manter e melhorar o relacionamento com os clientes. Afinal, cliente feliz é cliente que volta!

Análise de Dados: coletamos e analisamos dados para entender o comportamento dos clientes, identificar tendências e otimizar estratégias de Marketing e Vendas. 

Logística e Distribuição: processos eficientes de gerenciamento de estoque, logística e distribuição para garantir que o produto chegue rapidinho e em perfeito estado na casa do cliente.

Qual é a importância do Digital Commerce no varejo?

O Digital Commerce é essencial para o funcionamento e crescimento de um varejo moderno. Por isso, separei 4 pontos importantes para você entender bem o porquê.

  • Experiência do Cliente: oferece uma experiência de compra personalizada e integrada, o que aumenta a satisfação e a fidelidade dos clientes. Afinal, quem não gosta de ser bem tratado?
  • Alcance Global: permite que as empresas alcancem um público global, sem limites geográficos. É vender para o mundo todo sem sair do lugar.
  • Eficiência Operacional: automatiza processos e integra diferentes sistemas, aumentando a eficiência e reduzindo custos. 
  • Competitividade: ajuda as empresas a se manterem competitivas em um mercado cada vez mais digital e dinâmico. É se adaptar ou ficar para trás!

Quais são os Benefícios do Digital Commerce?

Se você chegou até aqui, já deu para perceber a importância do Digital Commerce, não é mesmo? Agora, trago abaixo alguns benefícios estratégicos que seu negócio pode adquirir ao investir nesse formato de comércio eletrônico:

Aumento das Vendas: estratégias de Marketing Digital e personalização aumentam as chances de conversão e venda. E quem não quer vender mais?

Melhoria da Experiência do Cliente: ferramentas de CRM e análise de dados permitem uma experiência de compra mais personalizada e satisfatória. E quando seus clientes fiam felizes, sua empresa lucra mais.

Maior Alcance: plataformas digitais permitem que empresas alcancem um público maior e diversificado. É como abrir várias filiais pelo mundo, só que online.

Otimização de Processos: integração de sistemas e automação de processos aumentam a eficiência e reduzem erros. 

Inovação: adoção de novas tecnologias e estratégias inovadoras para se manter à frente da concorrência. Assim, é possível ficar sempre um passo à frente da sua concorrência.

Quais as tendências do Digital Commerce?

Agora, chegou o momento de falarmos sobre o que é tendência e está sendo mais usado no Digital Commerce para melhorar a experiência de compra das pessoas e gerar mais vendas. Veja a seguir!

Inteligência Artificial (IA)

A Inteligência Artificial está transformando tudo. Ela ajuda a personalizar as recomendações de produtos, prever tendências de compra e até otimizar os preços em tempo real. E os chatbots? Eles estão por toda parte, prontos para responder suas perguntas na hora.

Realidade Aumentada (RA) e Realidade Virtual (RV)

Já pensou em experimentar como ficaria um sofá na sua sala, sem sair de casa? Com a Realidade Aumentada (RA) e a Realidade Virtual (RV), isso é mais do que possível. Essas tecnologias permitem que você veja como os produtos ficam no seu ambiente antes de comprar.

Dessa forma, você pode criar uma experiência de consumidor surpreendente, garantindo vendas mais satisfatórias e rápidas.  

Pagamentos Digitais

Os métodos de pagamento digital estão cada vez mais práticos. Além dos cartões de crédito, temos carteiras digitais como Apple Pay e Google Wallet, e até criptomoedas. Com isso, a agilidade de vendas aumenta ainda mais!

Omnichannel

A estratégia Omnichannel integra todos os canais de venda e comunicação para oferecer uma experiência de compra fluida. Você pode começar a compra no site, continuar no app e finalizar na loja física. Tudo conectado, fácil e rápido.

Big Data e Análise Avançada

Com o Big Data, podemos entender melhor o comportamento do consumidor. Nesse sentido, ferramentas de análise avançada ajudam a segmentar o público e personalizar campanhas de Marketing. Isso otimiza tudo, desde a gestão de inventário até a previsão de demanda.

Personalização

A personalização também é a bola da vez. Com dados de navegação e histórico de compras, por exemplo, as empresas podem criar experiências de compra super personalizadas. Dessa forma, suas chances de conversão e a satisfação do cliente aumentam consideravelmente.

Mas, é preciso contar com ferramentas confiáveis, que permitam acompanhar e aproveitar essas informações com inteligência.

Automação

Não tem jeito: a automação se tornou uma obrigação para otimizar todos os processos. Ela facilita a gestão de inventário, Marketing e atendimento ao cliente. Assim, as empresas podem crescer sem precisar aumentar tanto a equipe. Mais eficiência, menos dor de cabeça.

📖 Veja também: Saiba o que é Automação de Marketing e como fazer na prática 

Sustentabilidade

A sustentabilidade está no topo das prioridades. Embalagens ecológicas, logística verde e produtos responsáveis estão em alta. Isso atrai consumidores que se preocupam com o meio ambiente e ajuda a preservar o planeta.

Experiência do Cliente (CX)

O mercado entendeu que a experiência do cliente é o fator chave. Investir em tecnologias e estratégias para melhorar cada ponto de contato com o cliente faz toda a diferença. Nesse sentido, interfaces intuitivas, suporte eficiente e políticas de devolução flexíveis são apenas alguns exemplos de como melhorar a CX.

Quais são os desafios do Digital Commerce?

Claro, não poderia deixar de trazer os principais desafios que as empresas enfrentam neste contexto. E a importância em conhecer esses obstáculos está justamente em poder se preparar melhor para enfrentá-los com tranquilidade. Confira a seguir!

Segurança: a segurança das transações online é um grande desafio. Com o aumento das compras digitais, também aumenta o risco de fraudes e ataques cibernéticos. Por isso, é fundamental investir em tecnologias de segurança robustas e educar os clientes sobre práticas seguras.

Privacidade: a privacidade dos dados dos consumidores é super importante. Regulamentos como o GDPR e a LGPD exigem que os dados pessoais sejam tratados com cuidado. Por isso, as empresas precisam estar em conformidade com essas leis para evitar multas e proteger sua reputação.

Concorrência: o mercado de Digital Commerce é altamente competitivo. Assim, pra se destacar, é preciso inovar e oferecer experiências únicas. Acompanhar tendências e tecnologias emergentes é essencial para não ficar para trás.

Adaptação tecnológica: a rápida evolução tecnológica apresenta desafios e oportunidades. Empresas precisam investir em novas tecnologias como IA e RA, mas a implementação pode ser complexa e cara. E integrar novas tecnologias com sistemas existentes também pode ser complicado.

Logística e atendimento ao cliente: gerenciar a logística e o atendimento ao cliente é crucial. Com a demanda por entregas rápidas e atendimento imediato, as empresas precisam otimizar processos e investir em sistemas eficientes de atendimento. Falhar nisso pode resultar em insatisfação e perda de clientes.

Sustentabilidade: empresas precisam adotar práticas ecológicas para atender à demanda por responsabilidade ambiental. Isso pode incluir desde embalagens sustentáveis até métodos de transporte ecológicos.

Gestão de Relacionamento com o Cliente (CRM): gerenciar o relacionamento com os clientes é essencial. Ferramentas avançadas de CRM ajudam a personalizar a experiência do cliente, mas exigem uma estratégia bem definida e uma equipe capacitada.

📖 Veja também: Vendas Online: 6 melhores dicas para atrair clientes e ter sucesso

5 exemplos práticos de quem faz bem

Para ilustrar o sucesso do Digital Commerce, podemos olhar para algumas empresas que são verdadeiros exemplos de inovação e eficácia neste campo. Aqui estão 5 exemplos notáveis para te inspirar:

1. Amazon

Considerada a líder mundial em comércio digital, a Amazon não só vende produtos, mas também utiliza algoritmos avançados para personalizar a experiência de compra dos usuários.

Dessa forma, com recomendações baseadas em histórico de compras e navegação, além de uma infraestrutura logística imbatível, a Amazon redefine o conceito de conveniência e eficiência no varejo online.

Exemplo de Digital Commerce: Amazon

2. Alibaba

O gigante chinês do comércio eletrônico vai além das vendas online tradicionais. Com plataformas como Taobao e Tmall, o Alibaba combina marketplaces B2C e C2C. Ainda, integra serviços de pagamento (Alipay), logística (Cainiao) e até mesmo inteligência artificial para prever tendências de compra e otimizar a experiência do usuário.

Exemplo de Digital Commerce: Alibaba

3. Shopify

Como uma plataforma de Ecommerce que capacita pequenas e médias empresas a criar suas próprias lojas online, a Shopify oferece um conjunto completo de ferramentas de Digital Commerce.

Com integrações de Marketing Digital, CRM e análise de dados, a Shopify permite que empresas de todos os tamanhos gerenciem e escalem suas operações de comércio digital de forma eficaz.

Exemplo de Digital Commerce: Shopify

4. Nike

A Nike utiliza o Digital Commerce para oferecer uma experiência de compra personalizada e envolvente. Com seu aplicativo Nike App, a empresa oferece conteúdo exclusivo, recomendações de produtos baseadas em atividades dos usuários e um sistema de compras simplificado.

Além disso, a Nike utiliza os dados coletados para melhorar suas estratégias de Marketing e desenvolvimento de produtos.

Exemplo de Digital Commerce: Nike

5. Zara

A Zara, parte do grupo Inditex, integra o Digital Commerce com sua operação de lojas físicas de maneira exemplar.

Isto porque, usando uma estratégia omnichannel, permite que os clientes façam compras online e retirem na loja, devolvam produtos comprados online nas lojas físicas e recebam recomendações personalizadas, tanto no site quanto no aplicativo móvel.

Exemplo de Digital Commerce: Zara

Essas empresas mostram como o Digital Commerce pode ser aplicado de maneiras variadas e inovadoras para criar experiências de compra superiores, otimizar operações e aumentar a satisfação do cliente. Agora que a inspiração bateu, é hora de começar a colocar em prática!

Coloque o Digital Commerce em prática

Ficou bem claro que o Digital Commerce veio para ficar, certo?  Diferentemente do Ecommerce tradicional, ele abrange muito mais do que apenas a venda online, integrando Marketing Digital, CRM, análise de dados e logística. E, claro, a RD Station pode ter um papel importante nessa estratégia.

Lembre-se bem: nas vendas online, cada detalhe conta para criar uma experiência de compra única e envolvente. Por isso, seja audacioso, explore novas tecnologias e mantenha o cliente no centro de tudo. A revolução digital está aí, e você pode ser o próximo a transformar o mercado.

Para entender como usar a automação e o Marketing Digital para atingir seu público e vender mais, assista a esta demonstração do RD Station Marketing!

Fábio Monteiro

Fábio Monteiro

Quem escreveu este post

Fábio Monteiro é CEO & Head de Performance na Trammit Publicidade, Agência Diamond RD Station.

Veja também

Ecommerce
Ecommerce: o que é, exemplos, tendências e dicas para crescer
Marketing
Saiba o que é Automação de Marketing e como fazer na prática
Marketing
Panoramas de Marketing e Vendas 2024