Automação de Vendas: o que é, melhores estratégias e principais benefícios

A automação de Vendas é um processo que utiliza a tecnologia para eliminar as atividades manuais no setor comercial, tornando as rotinas mais eficientes e otimizadas.

Resultados Digitais
Resultados Digitais19 de fevereiro de 2024
Semana da Transformação Digital

Automação de Vendas é uma série de estratégias e processos que permitem diminuir o trabalho manual feito pelos vendedores. Isso inclui a geração de tarefas de forma automática quando uma oportunidade for criada. O objetivo é tornar a área comercial mais produtiva, de modo que os profissionais de Vendas possam focar em ações mais estratégicas. 


Você deve estar pensando que a maioria das empresas já adota esse processo, mas a verdade é que muitas empresas ainda não investem em automação de Vendas. Segundo o Panorama de Vendas 2023, 51% das empresas ainda não utilizam um sistema de automação de Vendas para fazer a gestão do setor. 

No entanto, adotar sistemas automatizados nas atividades do setor comercial aumenta a eficiência operacional. Isso possibilita uma abordagem mais inteligente e personalizada no ciclo de vendas, desde o primeiro contato do cliente até o pós-venda.  

Isto porque as equipes de vendas deixam de executar processos repetitivos, como gerenciamento de Leads, follow-ups e análise de dados, por exemplo, permitindo que se concentrem em atividades mais estratégicas.

Quer acabar com as tarefas repetitivas, melhorar o fluxo de trabalho e tornar as atividades da equipe comercial mais estratégicas e eficientes? Então, leia o nosso artigo e confira como a automação de Vendas pode tornar o seu negócio mais competitivo e rentável!

O que é Automação de Vendas?

A automação de Vendas consiste em automatizar as atividades da área comercial por meio de tecnologias e sistemas que eliminam tarefas repetitivas.

Os sistemas automatizados abrangem uma variedade de tarefas, que incluem, por exemplo, o gerenciamento de Leads, a gestão dos follow-ups até o acompanhamento pós-venda.

Ao investir nesses sistemas, como o RD Station CRM, você pode ter acesso aos mais diversos recursos, como automação de emails, acompanhamento de performance do time comercial, negociações via WhatsApp Web, registro de ações, histórico e análise de dados.

Dessa maneira, a área comercial ganha produtividade e sobra tempo para a realização de ações que agregam mais valor. 

Os vendedores conseguem, por exemplo, pensar em abordagens de venda mais personalizadas e direcionadas para aumentar as chaves de fechar negócios.

💡 Dica da RD:  Quer entender como uma automação de Vendas funciona na prática? Aproveite para ver uma demonstração do RD Station CRM, uma ferramenta que permite aos times de Vendas ter mais produtividade. E o melhor: é gratuita.

Quais processos do comercial podem ser automatizados?

Hoje em dia, os sistemas de automação de Vendas oferecem recursos que possibilitam a otimização das mais diversas tarefas e processos comerciais. Confira os principais:

Classificação de Leads

Com o uso da tecnologia, é possível fazer a classificação de Leads, uma atividade essencial para qualificar os prospects corretamente.

Dessa forma, os sistemas de automação de Vendas categorizam, de maneira automática, os Leads com base em critérios predefinidos. Depois, direcionam os esforços de vendas para aqueles que estão mais propensos a fechar o negócio.

📖 Leia mais: Qualificação de Leads: como qualificar e aproveitar as melhores oportunidades para Vendas

Previsão de Vendas

Esses sistemas automatizam também a previsão de Vendas, um processo estratégico na sua empresa. Por meio dele, um negócio estima as receitas futuras com base em análises e projeções de dados históricos de vendas e tendências de mercado. 

Ao adotar um software de automação de Vendas, o comercial tem acesso a previsões de Vendas de forma automática, mas precisa. Isto porque as informações são baseadas em dados precisos, coletadas a partir do funil de Vendas e de indicadores

📖 Leia mais: Previsão de vendas: descubra o que é, quais são os tipos e como fazer

Follow-up

Outra tarefa que pode ser automatizada é a gestão do follow-up. Seu objetivo é manter contato com o Lead em todo o processo de Vendas.

Dessa forma, o vendedor consegue compreender as necessidades do prospect, avaliando se ele está pronto ou não para passar para a próxima etapa do funil de Vendas

Nesse sentido, um sistema de automação de Vendas, como um CRM — Customer Relationship Management, ou Gestão de Relacionamento com o Cliente — simplifica todo esse processo. Isto porque permite automatizar mensagens personalizadas de forma inteligente, evitando tanto a antecipação quanto o atraso no contato com o cliente.

📖 Leia mais:  Inteligência Artificial para Vendas: conheça vantagens e como começar a usar

Gestão de tarefas

Outra atividade que pode ser automatizada é a gestão de tarefas do time comercial. Assim, os gestores podem criar, acompanhar, atribuir e gerenciar as ações de cada vendedor, contribuindo para uma maior produtividade da equipe. 

Dessa forma, é possível simplificar e aprimorar o fluxo de trabalho da equipe comercial, pois esse sistema oferece uma visão abrangente das tarefas pendentes e em andamento, permitindo uma distribuição mais eficiente das atividades para os vendedores.

📖 Leia mais:  Rotina de Vendas: como estruturar uma rotina de departamento comercial eficiente em 4 passos

Relatórios automáticos

Gerar relatórios também é uma tarefa que pode ser automatizada por um software de automação de Vendas.

Esse sistema elimina a necessidade de coleta manual de dados e a elaboração manual de relatórios, economizando tempo das equipes de Vendas. Dessa forma, permite que os vendedores se concentrem em estratégias e ações que gerem mais resultados.

A seguir, veja como é possível acompanhar o tempo de primeiro contato dos seus vendedores, além de outros resultados, no RD Station CRM:

Acompanhar relatórios mais precisos e atualizados em tempo real, como acontece nesses dashboards de Vendas, auxilia na tomada de decisões melhor informadas, além de aprimorar a transparência e a comunicação entre o time.

É possível ter todos esses benefícios mesmo usando uma ferramenta gratuita de automação de Vendas. Com o RD Station CRM, por exemplo, você consegue gerir seu time de vendedores de forma prática e eficiente, além de ter acesso aos dados em tempo real. Clique aqui e crie sua conta gratuitamente!

Por que usar um sistema de Automação de Vendas?

A adoção de um sistema de automação de Vendas é determinante para o sucesso das ações e eficiência da sua equipe de Vendas.

Isso porque, os sistemas automatizados simplificam e otimizam processos, permitindo que equipes de Vendas se concentrem em atividades estratégicas ao invés de executar tarefas operacionais, que tomam muito tempo. 

Dessa forma, sua empresa consegue aumentar a produtividade dos vendedores e melhorar a precisão e consistências das operações.

Saiba que esse sistema também facilita a gestão dos Leads, proporcionando uma abordagem mais personalizada e precisa a partir dos interesses e estágio do funil dos prospectos.

Ao automatizar atividades, personalizar mensagens de e analisar dados de forma precisa, a equipe de Vendas ganha precisão e efetividade, resultando em ciclos de vendas mais rápidos e em estratégias mais alinhadas com as demandas do mercado.

Por fim, a automação de Vendas também possibilita aos gestores uma visão mais abrangente do desempenho comercial, o que permite tomada de decisões mais estratégicas e eficientes, focadas nos melhores resultados. 

Quais são os benefícios da Automação de Vendas?

Além de todos os motivos apresentados acima para contratar um sistema de automação de Vendas, saiba que automatizar as tarefas da área comercial pode trazer muitos outros benefícios para a sua operação de Vendas.

Confira os principais benefícios:

Aceleração do ciclo de vendas

Qual empresa não gostaria de fazer com que os produtos ou serviços que oferece sejam vendidos mais rápido? 

Ao adotar sistemas automatizados, as empresas conseguem otimizar e agilizar cada etapa do processo de Vendas, desde a prospecção até o fechamento da venda. 

Isso resulta em uma resposta mais rápida às necessidades dos clientes, tempo de negociação mais eficiente e, consequentemente, em um ciclo de Vendas mais curto. 

Atendimento personalizado

Com as tarefas repetitivas sendo realizadas de maneira automatizada, os vendedores têm mais tempo livre para dar atenção aos consumidores em potencial.

Sendo assim, a equipe comercial pode focar em atividades que geram mais resultados, como tirar dúvidas, quebrar objeções e estudar os contatos de maneira mais profunda.

Tudo isso resultará em um atendimento personalizado e preciso, que aumenta as chances de conversão de Vendas.

Redução de custos

Outra vantagem de automatizar tarefas em Vendas é a redução de custos. Isso acontece porque, além de usar seu principal recurso — os vendedores — de maneira mais eficiente, você também reduz erros e esquecimentos, que poderiam resultar em vendas perdidas.

Por meio da automação de Vendas, é possível obter um desempenho superior mesmo com uma equipe reduzida, tudo isso sem sobrecarregar o seu time com tarefas repetitivas, que desestimulam a equipe e ainda agregam pouco valor ao trabalho.

Quais são as diferenças entre Automação de Marketing e Automação de Vendas?

E nesse contexto de automatização de tarefas, é comum as pessoas confundirem automação de Vendas com a automação de Marketing. 

Saiba que, mesmo andando de mãos dados, esses recursos atuam de maneira distante em uma estratégia de Marketing e Vendas. 

Nesse sentido, a automação de Marketing, como o próprio nome sugere, consiste em usar a tecnologia para automatizar ações e processos da área de Marketing, nutrindo os Leads até que eles estejam prontos para serem repassados para Vendas. 

Já a automação de Vendas é uma ferramenta utilizada quando os contatos já estão na área comercial, para acelerar as negociações e facilitar o trabalho dos vendedores. 

Contudo, é importante ressaltar que as estratégias são complementares e, juntas, proporcionam resultados mais eficientes para a empresa.

Isso porque, ferramentas de automação de Marketing, como o RD Station Marketing, permitem enviar Leads mais preparados para Vendas, uma vez que esses contatos já consumiram diversos conteúdos. Dessa forma, exigem menos trabalho dos vendedores.

Como não há necessidade de fazer toda a educação inicial do Lead na etapa de qualificação, o time pode focar nas etapas finais do processo, garantindo uma taxa de fechamento mais alta. 

Nesse cenário, entra a automação de Vendas para garantir resultados ainda melhores.

Portanto, quando ambas as ferramentas estão integradas, os times de Marketing e Vendas ficam mais alinhados e conseguem gerar resultados ainda melhores para a empresa.

Como integrar um CRM a uma ferramenta de Automação de Marketing?

A integração da automação de Vendas, ou CRM, a uma ferramenta de automação de Marketing pode variar dependendo da solução contratada. Porém, apresentamos um passo a passo que representa as etapas principais de integração desses sistemas.

Tecnologia compatível

Como mencionamos acima, o primeiro passo é contratar um fornecedor de tecnologia que ofereça uma ferramenta compatível com as necessidades e com os sistemas já usados pela sua empresa. 

Por isso, certifique-se de que a solução de automação de Vendas tenha integração nativa ou fácil integração com a ferramenta de automação de Marketing da sua empresa. Verifique, também, se ambas as plataformas suportam os mesmos formatos de dados e protocolos de comunicação.

Mapeamento de dados e sincronização

Para fazer a integração, é preciso identificar os campos de dados relevantes nos dois sistemas, como informações de clientes, histórico de interações, Leads e oportunidades de Vendas. 

Esse cuidado garante uma correspondência adequada entre os dados nos dois ambientes.

Após isso, é necessário estabelecer uma sincronização para assegurar que as atualizações feitas em qualquer uma das plataformas sejam refletidas, de maneira simultânea, na outra, para garantir a consistência e a precisão das informações em ambas as soluções

Fluxos de trabalho

Após a sincronização das ferramentas, é preciso criar fluxos de trabalho integrados entre a automação de Vendas e a de Marketing, como a automação de follow-ups, atribuição automática de Leads e notificações de eventos importantes, por exemplo.

Monitoramento

Para a efetividade da integração entre a automação de Vendas e de Marketing, defina também os processos de monitoramento contínuo para garantir que a integração esteja funcionando conforme o esperado. 

Ao integrar um CRM a uma ferramenta de automação de Marketing de maneira eficaz, sua empresa tem uma visão abrangente do funil de Vendas, tornando os processos de geração de demanda e conversão em vendas mais eficientes. 

💡 Dica da RD: se você não quer errar na hora de contratar ferramentas de automação para seus times, uma boa opção é adotar o RD Station Marketing e o RD Station CRM. Ambas as ferramentas automatizam o processo dos times de Marketing e Vendas e permitem uma integração mais eficiente. Aproveite para se inscrever gratuitamente no RD Station CRM e conhecer a ferramenta na prática!

Quais são os exemplos de Automação de Vendas?

A automação de Vendas é uma tecnologia que utiliza diferentes ferramentas para a operação. 

A mais popular, como já mencionamos, é o CRM, um sistema que automatiza o gerenciamento de Leads, permite a gestão de tarefas de forma prática e fornece insights para melhorar estratégias de Vendas. 

A seguir, veja como é fácil para um vendedor visualizar uma tarefa agendada no RD Station CRM, como a abertura de contato, e marcá-la como concluída.

Com essa ferramenta, também é possível efetuar disparos e automações de email. Também existe a possibilidade da troca de mensagens via WhatsApp com seus clientes, e tudo fica registrado no CRM, que guarda o histórico dos contatos.

Como automatizar o Processo de Vendas?

Se você quer eliminar os processos manuais do seu setor comercial, o primeiro passo é elaborar um planejamento. Ele deve incluir aspectos importantes para a sua operação, como a definição de objetivos e fluxos de ação que guiarão as equipes para o alcance das metas. 

Em seguida, ao compreender as necessidades do setor comercial, inicia-se a busca por uma solução que atenda às demandas da sua empresa. 

Após encontrar um fornecedor que atenda a expectativa da empresa, é possível iniciar a fase de implementação da solução e sua integração com outras ferramentas usadas pela empresa, como a automação de Marketing.

Nessa fase, também é preciso realizar um treinamento com os vendedores. Assim, eles irão conhecer as funcionalidades da ferramentas e como utilizá-las no dia a dia com eficiência. 

Por fim, ao passo que a ferramenta de automação de Vendas é usada pelos vendedores, monitore as atividades. Também, avalie regularmente o desempenho da solução para realizar os ajustes necessários e tornar o processo de Vendas mais fluido. 

Segundo o Panorama de Vendas de 2023, produzido pela RD Station, os principais ganhos com o uso de uma ferramenta de CRM são:

  • 75% visibilidade da atividade do time de vendas;
  • 73% melhor gestão de Leads;
  • 66% gestão de métrica e indicadores;
  • 46% ganho de tempo dos vendedores;
  • 44% maior previsibilidade de resultado.

Se você já quer aproveitar os benefícios de um CRM para acompanhar a produtividade do seu time de Vendas e melhorar a sua gestão de Leads, inscreva-se gratuitamente no RD Station CRM!

Como escolher o melhor software de Automação de Vendas?

Para escolher o melhor software de automação de Vendas, você precisará levar em consideração alguns aspectos cruciais para a eficiência do seu processo comercial.

Listamos alguns pontos que merecem a sua atenção antes de contratar uma ferramenta:

Conheça as necessidades do seu time comercial

Se você quer encontrar uma ferramenta que gere resultados para o setor comercial, é necessário listar as funcionalidades essenciais para sua operação de Vendas. Isso determinará qual é a solução mais adequada. 

Além disso, considere também o tamanho da sua equipe de Vendas, a complexidade do seu processo comercial e as metas específicas que deseja alcançar com a contratação de uma automação de Vendas.

Verifique a compatibilidade de integrações

Já falamos sobre a necessidade de encontrar uma solução que seja compatível com os sistemas usados por sua empresa e que ofereça uma integração adequada. 

Por isso, esse requisito é essencial, já que nada adianta contratar uma solução que não se adapte às ferramentas usadas pela empresa. 

Sendo assim, verifique se o software pode ser integrado com outros sistemas que sua empresa utiliza, como ferramentas de Marketing ou sistemas de gestão.

Facilidade de uso

Opte por uma solução que seja intuitiva e fácil de usar. A adoção será mais tranquila e eficiente se a interface for amigável e a curva de aprendizado for menor.

Suporte ao cliente

Avalie também a qualidade do suporte ao cliente oferecido pelo fornecedor. Esse cuidado é importante para que as equipes de vendas tenham acesso a assistência rápida e eficiente, caso surjam problemas ou dúvidas.

Relatórios e análises

Um bom sistema de automação de Vendas deve oferecer recursos robustos de relatórios e análises. Dessa forma, os gestores possam avaliar o desempenho das vendas, identificar tendências e tomar decisões informadas e seguras.

Segurança

Certifique-se, também, de que o software de automação de Vendas oferece medidas de segurança sofisticadas. Assim, você protege dados sensíveis da sua empresa e dos clientes, evitando a perda ou mesmo a exposição de dados não autorizados. 

Considere o custo total da solução

Para escolher a melhor ferramenta para a sua empresa, considere não somente o custo inicial, mas também os custos contínuos, como taxas mensais, atualizações, treinamento e suporte. 

É importante que ao longo do período de contratação, você avalie o custo total da solução para garantir que seja sustentável para a sua empresa.

Quer conhecer na prática os benefícios de uma solução de automação de Vendas? Faça a sua inscrição e comece a usar o RD Station CRM gratuitamente!

Resultados Digitais

Resultados Digitais

Veja também

Vendas
Saiba quais são as competências de um vendedor de alta performance
Vendas
5 erros comuns na hora de estruturar Marketing e Vendas, por André Siqueira
Vendas
3 resultados chave que sua empresa pode ter ao acompanhar seu cliente após a compra