4 passos para elaborar boas respostas a críticas no seu blog ou email

Todo blog recebe críticas em seus comentários, então não se desespere quando isso acontecer no seu, responda as críticas e use-as para tornar seu produto/serviço ainda melhor

André Siqueira
André Siqueira16 de novembro de 2010
Marketing Day 2024: Inscreva-se!

Em vez de ler, que tal ouvir o artigo? Experimente no player abaixo:

Se você recebeu algum tipo de comentário negativo, não há motivo para entrar em desespero. Aliás, você merece até parabéns, já que alguém se importa com você o suficiente para entrar em contato.

Não ignore a crítica (ser ignorado não vai fazer o usuário ficar menos nervoso) e não demore para responder. É difícil responder mal se você seguir quatro passos simples:

Desculpe-se > Admita > Pergunte > Agradeça

1. Desculpe-se

Boas desculpas são específicas – pedir somente “desculpas” como resposta a um parágrafo bem detalhado de críticas não vai resolver seu problema. Já “desculpe-nos por não termos conseguido fazer X e Y para você” mostra que você leu a crítica e entendeu as reclamações.

Boas desculpas usam “eu/nós”, não “você”. Compare as duas respostas:

  • “Sinto muito que você tenha tido uma experiência ruim no nosso site” (isso implica que o problema pode ser você, cliente irritante!)
  • “Pedimos desculpas por não termos conseguido oferecer uma boa experiência no nosso site” (o problema é nosso).

2. Admita

Admita que o problema é válido. Aceite que a usabilidade do site é ruim ou que o texto é confuso ou qualquer que seja o motivo da crítica.

Normalmente hesitamos em assumir os erros, com medo de manchar a nossa empresa e fortalecer a concorrência. Ou, então, achamos que vale tentar passar para o cliente a ideia de que não é isso que ele precisa.

Em qualquer um dos dois casos, não vale remar contra a maré. Admitir que você está errado passa confiança para os clientes de que você vai de fato tentar consertar. Eles até devem te ajudar nisso.

3. Pergunte

Você acabou de ganhar uma ótima oportunidade de aprender mais com o seu cliente, não a desperdice.

Peça por clareza – Para garantir que eu entendi, o problema foi X ou é algo mais?

Peça por sugestões – Gostaríamos de resolver o problema X. Você tem alguma idéia de como podemos melhorar?

Peça por comunicação contínua – Posso manter o contato e apresentar demonstrações e novas versões quando tivermos algum progresso em consertar esse problema?

Peça para que ele continue cliente – Esperamos que você continue usando nosso trabalho enquanto melhoramos o problema X e o produto em geral.

4. Agradeça

Gaste um tempinho indo além do “obrigado”. Lembre-se que a pessoa não gastou tempo somente para criticar, ela gastou mais tempo ainda para explicar exatamente por que ela está descontente.

Agradeça por ser a primeira pessoa a reportar o problema, por descrever detalhadamente as sensações que sentiu e por explicar o porquê disso ser um problema.

Resumindo, espero que o seu cliente se importe com a sua empresa o suficiente para entrar em contato e reclamar. Responda bem a ele e faça um bom uso disso para tornar seu produto/serviço ainda melhor.

RD Station

Torne sua operação de Marketing Digital mais produtiva

O RD Station Marketing é a melhor ferramenta para automação de Marketing Digital tudo-em-um para sua empresa. Ele reúne os principais recursos em um só lugar para sua operação ser mais eficaz! Faça um teste gratuito de 10 dias.

  • Ao preencher o formulário, concordo * em receber comunicações de acordo com meus interesses.
  • Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de privacidade.

* Você pode alterar suas permissões de comunicação a qualquer tempo.
André Siqueira

André Siqueira

Quem escreveu este post

Co-fundador da Resultados Digitais, líder de automação de Marketing na América Latina e nos 8 primeiros anos da empresa liderou a criação e escalada da área de Marketing, tida como referência no Brasil. Do Marketing partiu para uma nova unidade de negócios, focada no desenvolvimento de um produto de educação. Pela RD se tornou também Empreendedor Endeavor e recebeu os prêmios de Empreendedores do Ano pela Endeavor (2017) e pela Revista Pequenas Empresas Grandes Negócios na categoria serviços (2015). Também foi eleito um dos Forbes Under30 em 2019. Formado em administração pela Universidade Federal de Santa Catarina, foi professor de marketing digital na pós gradução da PUC RS, Be Academy, Estácio (SC) e Sustentare. Também foi eleito o profissional do ano em Inbound Marketing três vezes consecutivas pelo Prêmio Digitalks (2016, 2017 e 2018).

Veja também

Marketing
Como o RD Station ajudou o Consórcio Magalu a realizar mais sonhos de seus clientes
Marketing
Gatilhos mentais: o que são e como usá-los na sua estratégia de Marketing Digital
Marketing
Gerenciamento de crise: o que é, qual a importância e como fazer