M-commerce: o que é, vantagens e como vender mais?

Entenda como é possível melhorar a experiência de compra dos seus clientes e vender mais por meio de dispositivos móveis.

Thiago Sabino
Thiago Sabino4 de julho de 2024
Inscreva-se gratuitamente!

As vendas por meio de plataformas digitais vêm crescendo nos últimos anos e diversas abordagens são empregadas para impulsionar as empresas aos melhores resultados.

Uma delas é o m-commerce, que leva em consideração a experiência dos clientes pelos dispositivos móveis (celulares e tablets) e cria uma estrutura otimizada para as vendas nessas plataformas. Mas, será que essa abordagem é realmente eficiente?

Meu nome é Thiago Sabino, sou Head de Marketing e Vendas da Olivas Digital, onde  somos especialistas no desenvolvimento de lojas virtuais, aplicativos e sites. Neste post, vamos explicar tudo sobre m-commerce e mostraremos se essa vertente é a melhor opção para os negócios.

O que é m-commerce?

M-commerce é a abreviação de mobile commerce e envolve todas as transações comerciais realizadas via dispositivos móveis, como smartphones e tablets. E isso inclui compras online, serviços bancários, pagamentos, bilhetes de eventos, reservas de hotéis e muito mais.

Com a conveniência dos celulares e a crescente conectividade, o m-commerce se tornou uma parte vital do comportamento do consumidor.

De acordo com um estudo da Appdome, 9 em cada 10 brasileiros preferem fazer compras usando aplicativos em detrimento dos computadores. E esse crescimento é impulsionado pela acessibilidade e conveniência que os dispositivos móveis oferecem aos consumidores, permitindo que comprem a qualquer hora e em qualquer lugar.

📖 Leia também: Vendas Online: 6 melhores dicas para atrair clientes e ter sucesso

Quais são as vantagens do m-commerce?

O m-commerce oferece diversas vantagens, tanto para consumidores quanto para empresas. A seguir, confira quais são as principais:

Conveniência

Os clientes podem fazer compras a qualquer momento e em qualquer lugar por meio do celular. Isso elimina a necessidade de visitar fisicamente uma loja ou estar em frente a um computador. Assim, proporciona uma experiência de compra mais flexível e conveniente.

Experiência de compra personalizada

As empresas podem utilizar dados coletados dos dispositivos móveis para oferecer uma experiência de compra mais personalizada. Dessa forma, com informações sobre o comportamento do usuário, preferências e histórico de compras, é possível oferecer recomendações e promoções personalizadas que aumentam a satisfação do cliente.

Aumento do alcance

Com o m-commerce, as empresas podem alcançar um público mais amplo. Nesse contexto, pessoas em áreas remotas ou que não têm fácil acesso a lojas físicas podem comprar produtos online com facilidade. Além disso, as plataformas permitem que as empresas se expandam para mercados internacionais com menor custo.

Pagamento simplificado

Os dispositivos móveis facilitam os pagamentos online. Com a integração de carteiras digitais como Apple Pay, Google Wallet e PayPal, as pessoas podem fazer transações rápidas e seguras. Assim, é possível reduzir a desistência e o abandono de carrinho, aumentando as taxas de conversão.

Qual é a diferença entre m-commerce e e-commerce?

Embora o m-commerce seja uma forma de Ecommerce, existem algumas diferenças-chave entre os dois. A seguir, entenda as principais diferenças entre as duas modalidades.

Dispositivos utilizados

A principal diferença é o dispositivo utilizado para fazer as compras. O Ecommerce tradicional é realizado principalmente em desktops e laptops, enquanto o m-commerce é feito em celulares e tablets.

Experiência do usuário

A experiência do usuário em m-commerce deve ser otimizada para telas menores e interfaces de toque. Isso significa que o design deve ser responsivo e fácil de navegar em dispositivos móveis. As páginas devem carregar rapidamente e ser fáceis de usar, mesmo com conexões de internet mais lentas.

Além disso, se o seu produto possui recorrência de compra, ter um aplicativo pode ajudar a fidelizar o cliente e trazer uma experiência de compra otimizada.

Funcionalidades específicas

O m-commerce agrupa funcionalidades que são exclusivas para os celulares, como a utilização de GPS para localizar lojas próximas, notificações push para promoções e ofertas e a integração com aplicativos que podem melhorar a experiência de compra.

📖 Leia também: Ecommerce: o que é, exemplos, tendências e dicas para crescer

Como o m-commerce é configurado?

Para configurar um m-commerce eficaz, as empresas precisam considerar vários fatores. São eles:

Design responsivo

Um design responsivo é essencial para garantir que o site ou aplicativo funcione bem em todos os dispositivos, independentemente do tamanho da tela. Dessa forma, é possível melhorar a experiência do usuário e reduzir a taxa de rejeição.

Integração de pagamentos móveis

Integrar opções de pagamento móvel é crucial para facilitar as transações. Isso inclui carteiras digitais, pagamentos via QR code e outras. Essas opções tornam o processo de checkout mais rápido e seguro, incentivando os consumidores a finalizarem suas compras.

Otimização de velocidade

A velocidade de carregamento das páginas é um fator crítico no m-commerce. De acordo com o próprio Google, 53% dos usuários de dispositivos móveis abandonam sites que levam mais de três segundos para carregar.

Nesse sentido, é importante colocar em prática ações como a otimização de imagens, minimização de scripts e utilizar técnicas de caching para melhorar a velocidade do site.

Navegação intuitiva

A navegação em um site de m-commerce deve ser simples e intuitiva. Por isso, botões grandes, menus de fácil acesso e uma barra de pesquisa eficiente são essenciais para garantir que os usuários possam encontrar o que procuram rapidamente.

Como adequar o seu negócio para o m-commerce?

Empresas que querem apostar no m-commerce precisam seguir algumas diretrizes se querem conquistar clientes e ter sucesso nessa modalidade. Algumas delas são:

Desenvolva um app

Ter um aplicativo dedicado pode proporcionar uma experiência de compra mais engajante e personalizada. Isto porque os aplicativos permitem o uso de notificações push para manter os clientes informados sobre ofertas e novidades. Também, podem oferecer funcionalidades exclusivas, como programas de fidelidade.

E ainda que pareça um projeto complexo, as principais plataformas de Ecommerce do mercado possuem soluções headless e APIs que tornam o desenvolvimento do aplicativo ágil. Trazendo, inclusive, alguns recursos que aproveitam das possibilidades do ambiente móvel, como uso de câmera e localização.

Invista em SEO para mobile

O SEO para dispositivos móveis é fundamental para garantir que seu site seja encontrado pelos usuários. Isso inclui otimizar o site para carregamento rápido, usar design responsivo e garantir que o conteúdo seja fácil de ler em telas menores. Nesse sentido, ferramentas como Google Mobile-Friendly Test podem ajudar a identificar áreas de melhoria.

Utilize SMS Marketing, WhatsApp e notificações push

Utilize comunicações voltadas para os dispositivos móveis tais como o SMS Marketing, notificações push SMS e WhatsApp. Com réguas personalizadas e mensagens segmentadas, por exemplo, você poderá ter mais conversões e engajar os clientes. Sem contar ainda a possibilidade de desenvolver ofertas especiais por estes canais de comunicação.

Ofereça suporte ao cliente

Implementar chatbots e sistemas de atendimento ao cliente, como o WhatsApp, pode melhorar significativamente a experiência do usuário. Esses serviços oferecem suporte imediato e podem resolver problemas rapidamente, aumentando a satisfação do cliente.

📖 Leia também: Guia completo de SEO Avançado

Analise e monitore o comportamento dos clientes

Utilize ferramentas de análise para monitorar o comportamento dos usuários em seu site ou aplicativo móvel. Isso ajudará a entender como os clientes interagem com sua plataforma, gerando ideias sobre ajustes que podem melhorar a experiência de compra e aumentar ainda mais as vendas.

O m-commerce pode ajudar sua empresa a crescer

O m-commerce está em crescimento e representa uma mudança importante no comportamento do público, cada vez mais conectado e próximo do celular. Com isso, as empresas que conseguirem se adaptar a esse novo modelo poderão alcançar mais consumidores, o que se traduz em mais oportunidades de vendas.

Se o seu desejo é impactar os clientes, estar mais próximo deles e incorporar o m-commerce em seus canais de vendas, a Olivas Digital pode te ajudar. Temos experiência na otimização de sites para dispositivos móveis e desenvolvemos aplicativos que podem ser focados nas suas vendas. Entre em contato e fale com nossos especialistas hoje mesmo.

E se quiser integrar sua loja virtual a uma plataforma de marketing para otimizar suas campanhas de vendas, entenda como o RD Station Marketing pode te ajudar na prática!

Como colocar o m-commerce e ecomerce na prática para vender mais.
Thiago Sabino

Thiago Sabino

Quem escreveu este post

Thiago Sabino é Head de Marketing e Vendas na Oliva Digital e Especialista em Vendas Consultivas e Customer Success.

Veja também

Ecommerce
Ecommerce: o que é, exemplos, tendências e dicas para crescer
Ecommerce
Vendas pela internet: 11 melhores dicas para crescer
Ecommerce
Como montar uma loja virtual: etapas e passo a passo