Saiba o que são stakeholders e qual é a importância deles para o seu negócio

Stakeholders são indivíduos ou grupos que impactas ou são impactados por uma empresa. Entenda por que sua empresa deve se preocupar com isso!

Mônica Custódio
Mônica Custódio30 de setembro de 2022
Lançamento dos Panoramas de Vendas 2024

Quem trabalha no ambiente corporativo certamente já ouviu o termo stakeholders pelo menos uma vez. Mas você sabe realmente o que isso quer dizer e qual é a importância de gerenciar esses grupos na sua empresa ou agência?

Se você tem dúvidas sobre o tema, continue a leitura do artigo para aprender, da teoria à prática, o que são e como lidar com os stakeholders do seu negócio!

Como negociar e conseguir o sim do seu stakeholder?

Neste kit, veja como aumentar as suas vendas e fechar negócios com mais frequência.

  • Sua inscrição é gratuita
  • Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de privacidade.

* Você pode alterar suas permissões de comunicação a qualquer tempo.

O que é um stakeholder?

Um stakeholder é um indivíduo ou grupo que tem interesse em uma empresa, podendo impactar ou ser impactado pelo negócio. Investidores, clientes, funcionários e fornecedores são alguns exemplos comuns de stakeholders.

O termo stakeholder vem do inglês: "stake" significa interesse, participação ou risco, enquanto "holders" quer dizer aquele que possui. Portanto, é possível traduzi-lo como parte interessada ou interveniente. 

No entanto, o mais comum é usar a expressão original em inglês.

Entender quais são os seus stakeholders é importante porque são eles que legitimam as iniciativas de um negócio, influenciando seus resultados. Por isso, o conceito é bastante usado em áreas como comunicação e administração, com o objetivo de mostrar quais são as partes interessadas em determinado planejamento estratégico ou plano de negócios. 

Quais são as diferenças entre stakeholder e shareholder?

Quando se fala em stakeholder, é comum haver confusão entre esse termo e shareholder, afinal as palavras são bastante parecidas. Por isso, é importante diferenciá-los.

Shareholder, em português, significa acionista, ou seja, uma pessoa que tem parte das ações de uma empresa. Um shareholder, portanto, pode ser considerado um stakeholder.

A influência exercida por um shareholder é considerável, uma vez que ele realiza investimentos e pode ganhar ou perder dinheiro de acordo com os resultados do negócio. 

Quais são os tipos de stakeholders?

Agora que você já sabe o que são stakeholders, vamos entender como diferenciar os diversos perfis que existem. 

A classificação varia conforme o autor consultado. Uma bastante utilizada é a que divide os stakeholders em três grupos: primários e secundários. 

Vamos optar por ela neste artigo.

Stakeholders primários

São aqueles internos, ligados diretamente à empresa e exercendo influência direta sobre o negócio. Isso inclui sócios, clientes, fornecedores e colaboradores. 

Stakeholders secundários

Em geral, são externos. Embora não se envolvam em transações financeiras com a empresa, caso dos primários, são impactados ou podem impactar as ações dela. Isso inclui a imprensa, a comunidade, o público em geral, grupos de ativistas, entre outros. 

Vale lembrar que, dependendo da empresa ou do projeto a ser realizado, um stakeholder pode ser considerado primário ou secundário.

Qual é o impacto dos stakeholders nas empresas?

Os stakeholders, como dito anteriormente, podem ter grande impacto nos resultados alcançados pelos negócios. Por isso, é importante garantir que as demandas desses indivíduos e grupos estejam sendo atendidas.

Se os funcionários não estão motivados, por exemplo, como trabalharão de maneira produtiva para satisfazer os clientes? E se os clientes não estão satisfeitos com as suas ofertas e atendimento, como continuarão comprando e indicando o seu negócio para outras pessoas?

Todos os stakeholders estão interconectados. A insatisfação de um grupo impacta no comportamento do outro. 

Nesse sentido, o desafio para os gestores de negócios que contam com diversos stakeholders é encontrar objetivos comuns entre todos eles para garantir um crescimento sustentável para o negócio.

Como gerenciar os stakeholders de uma empresa?

Gerenciar os diferentes stakeholders, equilibrando seu interesse, requer poder de negociação por parte da empresa. É necessário, afinal, encontrar um meio termo que satisfaça a todos os envolvidos.

Para fazer uma boa gestão dos seus stakeholders, é preciso identificá-los, levantar expectativas, antecipar oportunidades e problemas, entre outras tarefas.

A seguir, listamos algumas dicas de como fazer esse gerenciamento:

Comece identificando os envolvidos

Seja para um projeto específico ou para a sua empresa de forma geral, o primeiro passo para gerenciar stakeholders é levantar todos os envolvidos, ou seja, todos os indivíduos e grupos que podem influenciar no sucesso da empreitada.

Levante expectativas e interesses

A partir da lista levantada no item anterior, procure descrever, para cada um dos envolvidos, quais são as suas expectativas e interesses. 

Classifique os envolvidos

Em seguida, classifique os envolvidos pelo seu grau de influência. Isso vai ajudar a empresa a priorizar esforços, atendendo primeiro aos principais stakeholders, aqueles que podem ter mais impacto nos seus resultados. 

Crie um plano de abordagem para cada stakeholder

Nessa etapa, é importante fazer, para cada categoria de stakeholders, definições de como serão a abordagem e o controle das expectativas e necessidades. 

Em cada etapa do projeto ou em cada iniciativa da empresa, busque incorporar os principais interesses desses grupos, sem negligenciar nenhum deles. 

Exemplos de stakeholders

Ainda tem dúvidas sobre o que são stakeholders? Trazemos a seguir alguns exemplos.

Exemplo de stakeholder interno

Um bom exemplo de stakeholder interno são os investidores. Quando um investidor resolve fazer um aporte em uma startup, por exemplo, torna-se um stakeholder interno desse negócio.

O sucesso do investidor depende dos resultados obtidos pelo negócio, ao mesmo tempo que a empresa precisa do dinheiro dele para continuar crescendo.

Exemplo de stakeholder externo

Os stakeholders externos, por sua vez, não têm uma relação direta com a empresa. Em vez disso, costumam ser pessoas ou organizações afetadas pelas operações do negócio.

Quando uma empresa passa o limite permitido de emissões de carbono, por exemplo, a cidade em que o negócio está localizado é considerada um stakeholder externo, pois é afetada pela poluição crescente.

Outro exemplo de stakeholder externo, nesse caso, seria o governo. Quando ele inicia políticas contra a emissão de carbono, por exemplo, a decisão afeta as operações do negócio.

Gostou dessas dicas? Como a sua agência lida com seus stakeholders? Deixe seu comentário!

Como negociar e conseguir o sim do seu stakeholder?

Neste kit, veja como aumentar as suas vendas e fechar negócios com mais frequência.

  • Sua inscrição é gratuita
  • Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de privacidade.

* Você pode alterar suas permissões de comunicação a qualquer tempo.
Mônica Custódio

Mônica Custódio

Quem escreveu este post

Oi! Eu sou jornalista e já trabalhei com jornal impresso, assessoria de imprensa e revisão de textos. Desde 2016, estou me aventurando pelo mundo do marketing digital. :)

Veja também

Agências e Consultorias
5 Dicas de conteúdos de fundo de funil para acelerar as vendas dos seus clientes
Agências e Consultorias
O que é uma Eugência e como crescer para se tornar uma Agência de Marketing?
Agências e Consultorias
Método GTD: O que é e como usar para ganhar produtividade