Conheça as 5 principais qualidades dos profissionais do Marketing de Conteúdo

Não basta criar um conteúdo, também é preciso ter consistência e estar alinhado com a estratégia de marketing. Por isso, existem algumas características essenciais aos profissionais dessa área!

Hubify
Hubify7 de fevereiro de 2022
Panoramas de Marketing e Vendas 2024

Ao longo dos últimos anos, o Marketing Digital passou por inúmeras transformações. Por esse motivo, muitas empresas já compreenderam que, para sobreviver, precisam reavaliar suas estratégias e ações.

E, nesse novo universo, o Marketing de Conteúdo tem se mostrado cada vez mais indispensável. Quer uma prova? De acordo com pesquisa realizada pela Resultados Digitais, 85,6% das Pequenas e Médias Empresas (PMEs) concordam que essa área do Marketing Digital é mais representativa na retomada da economia.

Com o contexto trazido pela pandemia de Covid-19, o boom do Marketing de Conteúdo foi ainda maior, afinal, os consumidores estão cada vez mais seletivos, não é mesmo? Segundo a Smart Insights, para cada minuto há mais de 500 horas de conteúdo subindo no YouTube e, aproximadamente, 2.500 posts do WordPress sendo publicados.

Mas, como diria o escritor do Século de Ouro Espanhol, Baltasar Gracián y Morales, “a perfeição não consiste na quantidade, mas na qualidade”.

Ou seja, quantidade não tem relação alguma com qualidade. Sim, é importante você ter bem definido qual será a periodicidade de publicações, mas não adianta querer postar todo dia e encher seus canais de comunicação com conteúdos vazios, que não agregam valor ao seu público-alvo, certo?

Por isso, existe um perfil ideal de profissionais que atuam no Marketing de Conteúdo, com algumas qualidades e habilidades em comum.

Quer saber do que se trata, de fato, o Marketing de Conteúdo, qual é a importância dessas ações e o que um profissional precisa ter para atuar nessa área? Então, continue a leitura que você vai se surpreender!

Marketing de Conteúdo para Resultados - 2ª edição

Quer saber como as empresas crescem com Marketing de Conteúdo? Descubra e faça na sua empresa também

  • Sua inscrição é gratuita
  • Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de privacidade.

* Você pode alterar suas permissões de comunicação a qualquer tempo.

Antes de tudo, o que é o Marketing de Conteúdo?

Resumidamente, o Marketing de Conteúdo é uma estratégia do Marketing Digital usada para atrair clientes, divulgar produtos ou serviços e consolidar negócios. Para conseguir alcançar esse objetivo é necessário utilizar conteúdos pertinentes e adaptados à persona.

Também é importante ter em mente que o público-alvo se comporta de diferentes maneiras durante as etapas da jornada de compra. Sendo assim, se você focar nesses pontos, os problemas da persona são resolvidos e as dores são sanadas. 

Então, podemos dizer que o Marketing de Conteúdo é um processo estratégico de marketing e negócios focado na criação e distribuição de conteúdo. Vale destacar que os materiais precisam ser valiosos, relevantes e consistentes, para atrair e reter uma audiência claramente definida e gerar ações lucrativas para o cliente.

Aqui, a principal finalidade é auxiliar o cliente a trazer resultados positivos para o negócio. E, isso ocorre com a educação do consumidor, o que gera aumento da confiança e proximidade de relacionamento. 

Com todos esses fatores mencionados acima, há mais disposição por parte do cliente em fechar negócio com a sua empresa, porque ela se torna uma referência para ele. Por isso, além de possibilitar resultados consistentes a longo prazo, o Marketing de Conteúdo fortalece a reputação da sua marca.

Aproveitando que estamos falando sobre Marketing de Conteúdo, confira também o vídeo que produzimos sobre o assunto!

Qual é a importância do Marketing de Conteúdo?

Essa estratégia do Marketing Digital traz resultados quando bem executada, por esse motivo ela ganha cada vez mais espaço no mercado mundial e nacional.

Além disso, o tráfego da web está entre as duas principais medidas de sucesso para estratégias de Marketing de Conteúdo.

E é exatamente por essa razão que ele consiste em criar um relacionamento com o potencial cliente. Ao invés de simplesmente oferecer um produto ou serviço, você demonstra como ele pode solucionar os problemas da persona.

Por exemplo, se o consumidor precisa de um notebook novo, você pode atraí-lo com conteúdos que falem sobre:

  • melhores marcas de notebooks;
  • melhores notebooks do mercado em 2022;
  • como o processador do notebook faz diferença na rotina.

Depois de conseguir atrair a sua atenção, ele passa a ser considerado um Lead e avança para o próximo estágio. Aqui, você pode oferecer conteúdos como:

  • informações técnicas sobre um aparelho;
  • comparativo entre dois modelos de notebooks;
  • vantagens de comprar o notebook em loja especializada.

Após ter consumido os conteúdos de topo e meio de funil, o cliente está preparado para efetuar a compra e o que vai fazer a diferença nesse momento é a confiança e relacionamento estabelecidos.

Nessa etapa, você ainda pode incentivar a tomada de decisão por conteúdos pertinentes. Alguns exemplos são:

  • por que adquirir o notebook no seu estabelecimento;
  • quais vantagens o cliente terá ao comprar o aparelho na sua loja.

E, se ele acreditar que os materiais ofertados pelo seu blog são exclusivos e completos, além de passar credibilidade, irá se decidir pela compra.

Qualidades de quem trabalha com Marketing de Conteúdo

Agora que você já sabe do que se trata o Marketing de Conteúdo e qual é a sua importância, chegou a hora de conhecer 5 características de quem trabalha nessa área. Acompanhe!

1. Desejo de ser o melhor naquilo que faz

Os profissionais do Marketing de Conteúdo são, literalmente, apaixonados pelo que fazem e têm um desejo de sempre se destacarem nesse meio.

Eles são movidos pela vontade genuína de criar o melhor conteúdo, seja para qual nicho for, e se dedicam incansavelmente a isso. Afinal, quem não quer alcançar as tão sonhadas primeiras posições nos motores de busca, não é mesmo?

Tornar os negócios de seus clientes uma autoridade no mercado é questão de honra e prioridade na carreira desses profissionais.

As pessoas que trabalham com Marketing de Conteúdo não visam ser melhores do que seus concorrentes, é tudo uma questão de superação pessoal diária. Elas sabem do poder dos conteúdos de longo formato, por isso buscam cada vez mais produzir materiais que agregam valor à sua persona. 

2. Foco é a palavra-chave

Antes de tudo, é preciso ir além do barulho presente nos ambientes, o que ficou ainda mais acentuado com a popularização do home office.

Depois, é necessário entender que não há mais espaço para conteúdos abrangentes demais, já que se sua intenção for falar com todo mundo, você não conseguirá se comunicar com ninguém.

Todo e qualquer conteúdo precisa ser especializado e ter um propósito claro. Como fazer isso? Ouça o que sua audiência tem a dizer! Quando o profissional do Marketing de Conteúdo entende o seu público, ele consegue focar no conteúdo que seu cliente potencial quer e precisa.

Ou seja, você pode usar o que aprende para focar na estratégia de conteúdo da sua empresa e se tornar um especialista no assunto. 

3. 100% de atenção no valor gerado

É nesse ponto que tudo começa a fazer sentido. Um profissional que deseja ser o melhor naquilo que faz, foca nas necessidades do cliente e produz conteúdos super relevantes.

Além disso, o profissional do Marketing de Conteúdo necessita, como questão de vida ou morte, ser focado em valor e prezar por qualidade. E, apesar de escutar a audiência para reconhecer seus problemas, ele também precisa ter empatia.

Uma pesquisa da Time, Inc. (People Magazine, Time Magazine e Sports Illustrated) apontou que 90% dos consumidores preferem conteúdo personalizado das marcas que eles seguem. Ou seja, o ponto de vista da audiência é que traz sucesso para a estratégia de conteúdo.

Quando o material é feito com um real valor, o público continua retornando e o conteúdo conquista a confiança da audiência. Aqui, um dos hábitos necessários para todo profissional de marketing é se perguntar, desde a etapa de ideias até a finalização: Esse conteúdo agrega valor ao meu público?

Um material completo tem características como:

  • ensinar algo;
  • inspirar mudanças;
  • entreter a audiência;
  • esclarecer dúvidas do leitor;
  • estimular o público a compartilhar.

Vale ressaltar que um bom conteúdo não tem relação com publicidade. Essa é uma maneira de se aproximar da sua audiência, gerar valor e mostrá-la que você busca satisfazê-la.

RD Station

Otimize a sua estratégia de Conteúdo com o RD Station Marketing

O RD Station Marketing permite enviar a mensagem certa no momento certo para aumentar os resultados da estratégia de Conteúdo. Crie fluxos de nutrição de Email Marketing com facilidade usando seus materiais educativos. Faça um teste gratuito de 10 dias!

  • Ao preencher o formulário, concordo * em receber comunicações de acordo com meus interesses.
  • Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de privacidade.

* Você pode alterar suas permissões de comunicação a qualquer tempo.

4. Criatividade é o segredo

Se fosse sobre quantidade e não qualidade, todo negócio iria encontrar facilmente o sucesso através da produção de conteúdo, concorda? As ideias surgem a partir da imaginação e estudo, por isso os profissionais de Marketing de Conteúdo mais bem sucedidos se posicionam como referência no quesito criatividade.

Eles são capazes de pensar fora da caixa e produzir materiais, usando elementos de storytelling, que impactam o cliente de forma contínua. Quer um conselho? Teste, teste muito. Use a criatividade a seu favor e encontre novas maneiras de entregar conteúdos para o seu público.

Assim, você não estará apenas compartilhando materiais relevantes, também irá apresentá-los de uma forma mais provável de chamar a atenção da sua audiência.

5. Analítico é apelido

Os melhores profissionais de Marketing de Conteúdo sabem da importância de basear todas as suas ações em dados. É preciso confiar nas informações de engajamento para traçar qual tipo de conteúdo produzir.

Por exemplo, um estudo da Smart Insights mostra que 51% dos profissionais de Marketing de Conteúdo não medem o ROI ou estão com dificuldades para fazer isso. E, quando você tem esse hábito é um tiro no escuro, já que não está medindo a eficácia do seu conteúdo. Assim, não é possível saber o que está ou não funcionando.

Por isso, há técnicas de reutilizar conteúdos de duas a cinco vezes como parte da estratégia. Esse é um método que tem o intuito de gerar conteúdo de fácil consumo, pois economiza tempo, recursos importantes e dinheiro. Mas, vale lembrar que é preciso escolher materiais que estão performando bem.

Os profissionais do Marketing de Conteúdo focados em dados são capazes de transformar um post de blog acessado por muitas pessoas em vídeo, infográfico ou podcast, por exemplo.

Então, você tem que entender quais métricas de conteúdo precisa monitorar e saber como ler esses números para gerar um crescimento saudável da empresa.

qualidades dos profissionais do Marketing de Conteúdo

É possível desenvolver as qualidades profissionais do Marketing de Conteúdo?

É fato que nem todos os profissionais do Marketing de Conteúdo nascem com todas essas qualidades citadas acima, mas você pode se desenvolver e buscar treinar esses pontos. 

A dica aqui é focar em melhorar essas qualidades, sem esquecer que você produz conteúdos para a sua audiência, então recorde quais são suas dores e problemas. Dessa forma, você encontrará o sucesso profissional que tanto deseja.

Marketing de Conteúdo para Resultados - 2ª edição

Quer saber como as empresas crescem com Marketing de Conteúdo? Descubra e faça na sua empresa também

  • Sua inscrição é gratuita
  • Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de privacidade.

* Você pode alterar suas permissões de comunicação a qualquer tempo.
Hubify

Hubify

Veja também

Marketing
Machine Learning: o que é, para que serve, como funciona e como aplicá-lo ao Marketing Digital
Marketing
Tudo sobre o IGTV do Instagram: o que é, como usar, o que publicar e boas práticas
Marketing
Como a tecnologia pode auxiliar na redução de custos nas empresas