Tendências de Marketing Digital para 2024: conheça as 10 apostas da RD Station

O que será que vem por aí no ano que vem? Reunimos algumas ideias e estratégias nas quais o time da RD está de olho e que serão relevantes para o seu planejamento de Marketing em 2024.

Bruna Dourado
Bruna Dourado30 de novembro de 2023
Marketing Day 2024: Inscreva-se!

Com o fim de cada ano, chega a urgência de entender o que vai impactar o mercado nos próximos doze meses. Por isso, profissionais da área, empreendedores e criadores de conteúdo ficam de olho nas tendências de Marketing Digital.

E não é por menos, estar atualizado é fundamental para manter a relevância, inovar e alcançar o sucesso nos negócios. Por isso, quem incorporar as tendências primeiro pode ganhar um diferencial competitivo por um longo período.

Um exemplo é a Inteligência Artificial, que foi destaque em 2023 e continua sendo tendência no próximo ano. Mas existem outras apostas, que compartilhamos e comentamos neste artigo.

Por que acompanhar tendências de Marketing Digital?

Com a chegada de novas tecnologias e a mudança no comportamento dos consumidores, os negócios também precisam adaptar suas estratégias para continuarem relevantes.

Isto porque, aquelas empresas que não evoluem junto com mercado podem enfrentar dificuldades para se destacar e conquistar a preferência do público. Afinal de contas, as pessoas procuram por soluções que possam resolver suas dores. E, em uma sociedade em constante mudança, a demanda por novas soluções está cada vez mais presente.

Portanto, acompanhar as tendências de Marketing Digital pode trazer uma série de benefícios para os negócios. Entre eles:

Adaptação às mudanças

Acompanhar as constantes mudanças do mercado é uma ação importante para prever cenários e entender como se adaptar. E quanto mais rápido um negócio se adapta, mais chances ele tem de alcançar novos clientes e continuar gerando resultados positivos.

Aumento da competitividade

Os negócios que conseguem se adaptar mais rápido às mudanças também estão um passo à frente dos concorrentes. Desse modo, acompanhar e implementar tendências de forma eficiente pode ser um diferencial competitivo importante para oferecer soluções inovadoras antes de outras empresas do seu setor. 

Novos canais e formatos

Conhecer as tendências de Marketing Digital também é uma forma de explorar oportunidades, como o surgimento de novos canais e formatos. Dessa forma, é possível testar novos meios de impactar o público e gerar tráfego para seu site ou Landing Page, evoluindo sua estratégia.

Inovação e criatividade

Inspirar a criatividade e inovação nos times também faz parte dos benefícios em acompanhar tendências do setor. Afinal, entender o comportamento do público e o movimento do mercado pode resultar em novas ideias para evoluir a estratégia de Marketing e gerar mais conexão com as pessoas.

Tendências de Marketing Digital para 2024 que são apostas na RD Station

A seguir, você vai conhecer as principais apostas da RD Station para o que será Tendência de Marketing Digital em 2024. Separamos uma lista com estratégias, canais e novos comportamentos que devem impactar o setor no próximo ano. 

Ainda, a escolha de cada item foi feita com base em pesquisas recentes, feitas pela RD Station e outras empresas, além de palestras e entrevistas de especialistas e da experiência dos próprios RDoers.

1. IA como ferramenta de produtividade

A Inteligência Artificial foi uma das tecnologias que mais evoluiu e chamou a atenção do mercado em 2023. Houve muita especulação sobre as reais aplicações da IA, mas o aumento de produtividade se destaca entre as possibilidades.

No Panorama de Marketing de 2023, pesquisa realizada pela RD Station, 73% dos respondentes entende que a IA como ferramenta de produtividade é a principal tendência de Marketing para os próximos anos. Ainda, segundo Guilherme Lopes, Cofundador e Head de Produto da RD Station:

Isso quer dizer que usar ferramentas de IA pode representar um ganho de produtividade e eficiência para os times de Marketing. No entanto, não basta apenas usar a Inteligência Artificial, é preciso entender a forma mais eficiente de incluir essas ferramentas em nossa rotina de trabalho.

Mapear as atividades repetitivas, que tomam tempo do time, é uma boa forma de encontrar oportunidades para incluir a IA na rotina. Encontrar ferramentas criadas para fins específicos, ou mesmo treiná-las a partir das necessidades do negócio, também é um meio de aproveitar a tendência de forma mais eficiente.

Um exemplo é a possibilidade de usar IA para gerar títulos e textos para Landing Pages, pop-ups, emails e outros formatos dentro do RD Station Marketing.

2. Canais de mensagem direta

O comportamento digital dos usuários tem mudado rapidamente. As pessoas estão o tempo todo com o celular na mão, trocando mensagens e encontrando formas de se relacionar — seja entre elas ou com empresas. 

Fato é que o Marketing Conversacional vem ganhando destaque e grandes empresas de mídias sociais estão investindo mais em canais de mensagem direta.

Segundo Mark Zuckerberg, as plataformas da Meta têm 600 milhões de chats via apps todos os dias. Por isso, a empresa tem focado em melhorar a experiência e trazer novas funcionalidades para fomentar negócios via chat, principalmente no WhatsApp.

Confira o que Rafael Kiso, em entrevista durante o RD Summit Live Show 2023, comenta sobre o tema:

As conversas estão acontecendo cada vez mais no privado. (...) Quem se adiantar em criar conteúdo personalizado por mensagem direta vai ter muito mais relevância.

???? Dica da RD: na plataforma RD Station Marketing é possível usar o WhatsApp como parte da estratégia, por meio de atração, automação de mensagens e gestão de Leads conquistados por esse canal.

3. Criação de comunidades

De grupos no WhatsApp a servidores no Discord, a criação de comunidades tem sido uma maneira das marcas se aproximarem do público. Dessa forma, é possível criar um espaço de troca para as pessoas que compartilham dos mesmos interesses. 

Mas uma comunidade não precisa, necessariamente, ter um espaço delimitado. Prova disso são as hashtags no TikTok, que reúnem milhões de usuários em torno de assuntos específicos, como vida saudável, literatura e até o cuidado com plantas. 

Dessa forma, criam-se ambientes acolhedores e de troca de experiências.

Segundo números divulgados pela Comscore, o Tiktok já é a 5ª plataforma mais acessada pelos brasileiros. Ainda, sozinha, a rede social somou 16 bilhões de visualizações em vídeos no primeiro semestre de 2023 no Brasil, mais do que Facebook, Instagram e X (antigo Twitter) juntos.

Para as marcas, existem diversas oportunidades para serem exploradas por meio do Marketing de Comunidade, com o objetivo de atingir públicos nichados e mais engajados.

Nesse sentido, Lizandra Muniz, Coordenadora de Social & Community na RD Station, completa:

O Instagram lançou os grupos de transmissão, o WhatsApp as comunidades e o TikTok já está estabelecido como uma plataforma de nichos de conteúdo. A criação de comunidades, a abertura de conversas com seu público e a aproximação com os gostos da sua audiência é essencial para uma estratégia mais humanizada e eficaz nessas plataformas.

4. Branding no foco das marcas

O Branding é outra estratégia que está ganhando mais foco de empresas e profissionais de Marketing. Criar marcas fortes e experiências memoráveis sempre foi uma forma de diferenciar marcas. No entanto, essa estratégia está ganhando contornos mais tangíveis e deixando de ser encarada apenas como resultado a longo prazo.

Com a complexidade dos canais de mídia, o crescimento da concorrência e o aumento do custo por clique da mídia paga, o fortalecimento das marcas passa a ser aliado da performance e impacta a conversão direta e indiretamente.

Como afirma Gustavo Ruchaud, Gerente de Marca na RD Station:

Se algum profissional de Brand ainda enxerga o time de Marketing de Performance como rival, já passou da hora de mudar essa mentalidade e criar pontes. Se, por um lado, Marketing de Performance captura uma demanda existente, quem tem o poder de criar nova demanda pra expandir o leque da outra ponta é a marca. Então, não tem tendência maior do que esses dois times se tornarem aliados. Já existem ferramentas que permitem enxergar essa atribuição de resultados às ações de Brand.

Portanto, a partir do aumento da concorrência pela atenção das pessoas no mundo digital, as marcas que souberem se diferenciar e se conectar com o consumidor durante a jornada de compra verão melhores resultados.

Confira um trecho da entrevista com Guta Tolmasquim sobre o assunto, durante o RD Summit Live Show 2023:

5. Collabs e ecossistema de parcerias

Aparentemente, a união faz a força também no mundo dos negócios. Criar parcerias entre marcas, empresas e até criadores de conteúdo é uma estratégia para chamar a atenção e alcançar novos públicos.

É possível encontrar diferentes oportunidades de parcerias para potencializar o crescimento. A colaboração pode vir por meio do lançamento de conteúdo em Co-Marketing, ou seja, assinado por duas ou mais marcas; do lançamento de experiências e produtos; e da criação de verdadeiros ecossistemas de empresas com interesses em comum, como acontece no Programa de Parceria RD Station.

Além de aproveitar um aumento na visibilidade e nas vendas, resultado do buzz gerado nas redes sociais, as marcas também podem usar a estratégia para impulsionar a inovação e aprender com novos parceiros.

6. Hipersegmentação e personalização

A hipersegmentação é o mesmo que criar segmentos específicos de consumidores ou Leads com características semelhantes para ter mais eficiência nas campanhas de Marketing Digital.

Cerca de 69% das empresas, a nível global, estão aumentando os investimentos na personalização para engajar e reter clientes, segundo relatório da Twilio Segment. Ainda, a Inteligência Artificial tem sido usada para automatizar a personalização em escala e entregar experiências feitas sob medida.

Quanto mais individualizada e personalizada sua comunicação, melhor. O motivo é simples: seus Leads e clientes têm mais probabilidade de converter quando se sentem representados e se identificam com as dores que a sua oferta sana.

Ainda, Guilherme Luiz Batista, Analista de Growth Marketing na RD Station, reforça:

Vejo como tendência uma experiência cada vez mais personalizada e humanizada para o usuário/cliente. As marcas estão seguindo um caminho de entregar cada vez mais conteúdo e ofertas que se encaixem com o cotidiano e contexto de quem as busca. E a inteligência artificial, somada a uma cultura data-driven, é a peça-chave para esse processo ser bem executado.

Por isso, é fundamental segmentar sua base em diversas camadas — converse com os Leads que converteram em seu eBook de um jeito, com os clientes de Black Friday de outro, com as pessoas que têm carrinho abandonado de um terceiro jeito ainda. E não se esqueça de incorporar a IA nesse processo para ganhar eficiência.

7. Narrativa original e descontraída

Se você acha que qualquer tipo de conteúdo é suficiente e não se importa em encher o blog e demais canais de mais do mesmo, este item das nossas tendências de Marketing Digital vai fazer você refletir melhor.

Conteúdo autêntico sempre esteve no radar das marcas, mas, nos últimos anos, as narrativas pouco originais e conteúdos repetitivos parecem ter incomodado o público online.

Dessa forma, Mariana Scherma, Analista de Marketing e Copywriter na RD Station, completa:

Como consumidora de conteúdo de todo tipo de formato, sempre fico em alerta ao encontrar artigos, memes e dicas superparecidos. Você não sabe quem copiou se inspirou em quem, fora que a marca que faz apenas mais do mesmo acaba soando preguiçosa e pouco preocupada em atrair novos públicos.

Por outro lado, as tendências apontam para um caminho de narrativas de marca originais e mais leves. Para a Kantar, 2024 marcará a retomada do humor na publicidade e isso fica claro quando a empresa analisa os anúncios mais criativos e efetivos do último ano, segundo os próprios consumidores. 

Confira o vídeo da Heineken, que ficou em 3º lugar na categoria Top 10 Digital/Social Ads.

Para acertar, garanta que a sua marca tem um tom de voz bem definido, que atrai e gera empatia no seu público-alvo. Adaptar a mensagem de acordo com o canal e região também pode ser uma forma de garantir bons resultados.

8. Inteligência de dados

Segundo o Panorama de Marketing da RD Station, 53% dos profissionais do setor ainda têm dificuldade em priorizar a análise de dados na rotina. Por outro lado, os times de Marketing têm sido cada vez mais cobrados por performance. Nesse sentido, acompanhar os números de perto é um passo importante para otimizar os resultados.

Ainda, Fernanda Lima, Gerente de Geração de Demanda na RD Station, completa:

Cada campanha, cada ação do time, precisa ser analisada para entender o que foi bom e o que não rendeu tantos resultados. Um time de Marketing que aprende com os erros é mais eficiente e consegue cortar caminhos.

A tendência é que existam cada vez mais ferramentas e recursos disponíveis não apenas para registrar dados de Marketing, mas também para facilitar a extração de insights. Afinal de contas, de nada adianta ter acesso a um conjunto rico de dados se não soubermos como usá-los.

Por exemplo, nos últimos anos, a RD Station analisou taxas de Churn e padrões de uso de suas ferramentas para extrair insights valiosos sobre comportamento e necessidades dos usuários. 

Ao aproveitar essas informações, foi possível enxergar a necessidade de criar planos de entrada mais acessíveis para cada ferramenta, como é o caso do RD Station Marketing Light e o RD Station CRM Free.

Dica da RD: na plataforma RD Station Marketing, você executa e gerencia sua estratégia com Automação de Marketing, e ainda pode ter acesso a recursos de análise, como os dashboards personalizados.

9. Influência no mundo real

Nos últimos anos, vimos uma explosão de parcerias entre marcas e influencers de diversos segmentos e capazes de impactar diferentes públicos. 

No entanto, as marcas têm buscado formas cada vez mais autênticas de gerar desejo e conquistar a confiança das pessoas. Nesse contexto, experiências reais ganham relevância quando o assunto é influência digital.

Um estudo recente da EnTribe no mercado americano já aponta que 90% do público prefere que as marcas compartilhem conteúdo de clientes reais. 

Por isso, criar formas de estimular seu público mais fiel a compartilhar experiências com a marca pode ser um meio de ganhar destaque e impactar as pessoas. No final das contas, as pessoas querem ver como produto ou serviço resolve suas dores na prática.

10. Uso de dados first-party

Com a crescente preocupação com a privacidade dos usuários, as big techs têm se movimentado para oferecer mais segurança em suas plataformas.

Um dos maiores movimentos nesse sentido é o anúncio da Google a respeito do fim dos cookies de terceiros no Chrome, adiado para 2024. A medida deve afetar estratégias baseadas na disponibilidade de dados dos usuários, como remarketing e retargeting.

Nesse sentido, afirma Jonatan Rodrigues, Tecnólogo em Ciência de Dados e Produtor de Conteúdo na RD Station:

Com o fim dos cookies de terceiros, isso só é possível com a análise cuidadosa e inteligente dos dados internos. Quem realiza pesquisas e olha para dados de interação com página e produtos da sua marca têm a oportunidade de entender e antecipar as demandas dos clientes, fortalecendo a comunicação em todos os canais de Marketing.

Por isso, uma das tendências do setor é a utilização de fisrt-party data, ou dados primários. Estamos falando daqueles dados recolhidos pela própria empresa que irá utilizá-los, por meio de formulários e da interação do usuário com e-mails, páginas, plataformas e outros ativos digitais.

Além de proporcionar mais segurança ao público, que tem seus dados manipulados apenas pela empresa que os recolheu, essa estratégia também tem como benefício uma maior precisão na segmentação da audiência.

Inclua tendências de Marketing Digital no seu planejamento

Se você chegou até aqui, percebeu que são muitas as tendências de Marketing Digital para considerar em 2024. Mas calma, isso não quer dizer que seu negócio deva investir em todas elas, mas considerar o que faz mais sentido para o setor e para o momento da empresa.

Para ter mais efetividade, lembre-se de fazer o básico bem feito, considerando as mudanças do mercado e as oportunidades que chegam com elas. Para isso, estude os dados e analise as tendências que podem ser incluídas no seu planejamento.

Começar pequeno e testar novas estratégias é uma forma mais segura de colocar as novidades em prática. E não se esqueça de traçar metas e monitorar os resultados.

Participe dos Panoramas de Marketing e Vendas 2024

Os Panoramas de Marketing e Vendas são as maiores pesquisas brasileiras do setor e mostram como as empresas do Brasil vendem e fazem Marketing. Um prato cheio para insights e sugestões para sua estratégia. Legal, né?

Agora é o momento de responder a edição 2024 e colaborar com o retrato das áreas de Marketing e Vendas no Brasil. E quando o relatório ficar pronto, você vai ser um dos primeiros a receber os dados, direto no seu email.

Portanto, se você é um profissional desse setor, responda agora a nossa pesquisa!

Bruna Dourado

Bruna Dourado

Quem escreveu este post

Produtora de Conteúdo na RD Station. Formada em Publicidade e Propaganda, com Pós-Graduação em Marketing e Growth e mais de 7 anos de experiência no Marketing Digital, em empresas de tecnologia, inovação e marketing.

Veja também

Marketing
5 dicas para melhorar interações com clientes através dos canais digitais
Marketing
KPIs de Email Marketing: 10 indicadores que você deve medir para avaliar a sua estratégia
Marketing
Crie sua Landing Page grátis: saiba como fazer e veja um guia prático com ferramenta para testar