Como (re)fazer o site da sua empresa [Guia Completo]

Leia nosso post e descubra como criar um site focado em atrair seu público-alvo, converter visitantes em Leads e gerar vendas!

Jéssica Lipinski
Jéssica Lipinski11 de outubro de 2016
Lançamento dos Panoramas de Vendas 2024

Há alguns anos a função de um site era apenas ser “a cara” da empresa na internet. Algo apenas para marcar presença, sem se preocupar com a necessidade de gerar resultados.

Hoje em dia, no entanto, um site de uma empresa precisa ser muito mais do que isso, já que 57% do processo de compra é feito antes mesmo de haver qualquer contato com algum vendedor - isso sem falar de lojas e produtos virtuais, nos quais esse contato é zero.

Por isso, o site de uma empresa precisa ser estrategicamente pensado não apenas para realizar vendas, mas para alcançar a audiência que ainda está no início do processo de compra. Isso significa um site fácil de ser encontrado na internet, voltado para atrair o público-alvo da empresa, converter esses visitantes em Leads e estimular o relacionamento com eles até que se tornem clientes.

>> Leia mais: Como criar um site no WordPress: veja dicas e um passo a passo para ter sua página na internet

Infelizmente, mesmo em tempos de Marketing Digital, muitas empresas sequer possuem um site e, quando têm, ele definitivamente não oferece as possibilidades que o negócio precisa para decolar nos meios online.

Por isso, a RD se uniu à KingHost e à We Do Logos para lançar o Guia para re(fazer) o site da sua empresa, um eBook completo para ensinar você a ter um site totalmente voltado para satisfazer as necessidades do seu público.

Abaixo, elencamos 10 sinais de que é hora de fazer o redesign do seu site:

  1. O site não tem design responsivo e não se adapta a dispositivos móveis;
  2. As páginas demoram para abrir;
  3. Não existe um blog no seu site;
  4. A empresa se modernizou e o site continua parado no tempo;
  5. Marca nova, logo novo, cara nova. E o site?;
  6. A concorrência está deixando você para trás;
  7. Nada de converter visitantes em Leads;
  8. Poucas conversões em vendas também;
  9. Pouco acesso por parte de dispositivo móveis;
  10. Sua empresa finalmente se decidiu por utilizar o Marketing de Conteúdo.

Baixe agora mesmo o guia clicando aqui.

refazer o site
Jéssica Lipinski

Jéssica Lipinski

Quem escreveu este post

Jornalista e Tradutora. Trabalho com Marketing Digital desde 2014, e atualmente colaboro com a produção de conteúdo do blog e dos materiais educativos da Resultados Digitais.

Veja também

Marketing
YouTube agora também tem seu próprio TikTok
Marketing
Marketing de Conteúdo Multilíngue: como aumentar o alcance global da sua empresa
Marketing
Dia da Mulher: conheça 11 profissionais que têm feito a diferença no mundo do Marketing Digital e da tecnologia